“Uma conversa é um diálogo, não um monólogo. É por isso que há tão poucas conversas boas: devido à escassez, dois falantes inteligentes raramente se encontram”

Truman Capote  (1924-1984), escritor e jornalista norte-americano

qui
18
set
2014

DSC00118

Será entregue na próxima terça-feira (23), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas de Princesa Isabel, segundo anunciou hoje (18) o diretor geral do Hospital Regional de Princesa Isabel (HRPI), Ricardo Pereira.

Ele disse que a entrega da unidade vai acontecer às 19 h, com a presença do secretário estadual Waldson Souza (Saúde).

A UPA, com quase 900 metros quadrados, teve investimento de R$ 3,3 milhões em obras e equipamentos, com recursos do governo do Estado e do Ministério da Saúde, e vai atender 80 mil habitantes dos municípios que integram a 11ª Gerência Regional de Saúde (11ª GRS): Princesa Isabel, Manaíra, Tavares, Juru, Água Branca, São José de Princesa e Imaculada.

Na unidade, será oferecido atendimento diário durante 24 horas aos pacientes em situação de menor gravidade. Além de  exames de raio-X, eletrocardiograma e exames laboratoriais, a UPA também vai disponibilizar suporte ao Serviço de Atendimento Móvel (SAMU) e atender às urgências clínicas e pediátricas, de maneira a reduzir a demanda de ocorrências de menor complexidade na rede hospitalar.

DSC00127

 

DSC00125

 

DSC00124

 

DSC00116

 

DSC00121


  Compartilhe por aí:      Comente

qui
18
set
2014
Confira o resultado da pesquisa da 6Sigma encomendada pela @campinafm. Na imagem os números da estimulada para as regiões da Paraíba! Amanhã (19) você acompanha mais detalhes no #JornalIntegracao. Diferença entre Cássio e Ricardo é de apenas 6 pontos percentuais. A constatação é do Grupo 6Sigma através de uma pesquisa encomendada pela @campinafm.

 

A pesquisa eleitoral da Campina FM e da TV Itararé foi realizada pelo grupo 6 Sigma Pesquisa e Consultoria Estatística L.T.DA. Foram entrevistados 1103 eleitores nas 4 mesorregiões do Estado, no período de 12 a 16 de setembro de 2014. A margem de erro é de 2,95% e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob o número 00682/2014 e no TRE sob o número 00028/2014.

Rejeição

Cássio, Vital e Ricardo são os mais rejeitados. A constatação é do Grupo 6Sigma através de uma pesquisa encomendada pela Rádio Campina FM. Enquanto a rejeição de Cássio é de 22,6% e Vital de 10,2%, Ricardo Coutinho é rejeitado por 24,5%. Confira outros dados amanhã, a partir das 05h30 da manhã, no Jornal Integração. A pesquisa eleitoral da Campina FM e da TV Itararé foi realizada pelo grupo 6 Sigma Pesquisa e Consultoria Estatística L.T.DA. Foram entrevistados 1103 eleitores nas 4 mesorregiões do Estado, no período de 12 à 16 de setembro de 2014. A margem de erro é de 2,95% e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob o número 00682/2014 e no TRE sob o número 00028/2014.

Aprovação

Aumenta a aprovação do Governo Ricardo Coutinho. A constatação é do Grupo 6Sigma através de uma pesquisa encomendada pela Rádio Campina FM. Em março, a administração de Ricardo Coutinho era aprovada por 39,3% dos paraibanos, agora a aprovação é de 47,7%. No sertão do Estado, o Governo Socialista era aprovado por 42,8% dos eleitores, agora o índice é de 57,7%. Confira outros dados amanhã, a partir das 05h30 da manhã, no Jornal Integração. A pesquisa eleitoral da Campina FM e da TV Itararé foi realizada pelo grupo 6 Sigma Pesquisa e Consultoria Estatística L.T.DA. Foram entrevistados 1103 eleitores nas 4 mesorregiões do Estado, no período de 12 à 16 de setembro de 2014. A margem de erro é de 2,95% e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob o número 00682/2014 e no TRE sob o número 00028/2014.

Simone Duarte


  Compartilhe por aí:      3 Comentários

qui
18
set
2014

HRPI recebe aparelho de raiox-x e lavanderia de última geração. Este é o segundo repasse de equipamentos por meio da SES em quatro meses.

DSC00140
Yohonna diz que novos equipamentos vão ampliar e melhorar atendimento no HRPI

Novos equipamentos foram entregues ao Hospital Regional de Princesa Isabel (HRPI) e devem começar a ser instalados dentro de uma semana, segundo informou nesta quinta-feira (18) a diretora administrativa da unidade, Yohanna Patriota.

São um moderno aparelho de raio X, uma secadora e uma lavadora.

Segundo ela, esta é segunda etapa de repasse de equipamentos do governo da Paraíba por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Na primeira fase, em maio, foram destinados 12 leitos e dois autoclaves ((equipamento para esterilizar instrumentos).

Yohanna destacou que “a máquina de raio-x, marca Philips, linha Aquilla Plus, modelo 300, é um equipamento de última geração”.

Ela informou ainda que “a nova lavanderia vai atender a demanda de maneira satisfatória, com capacidade duplicada, pois têm equipamentos modernos, de tecnologia digital”.

“Os novos equipamentos vão melhorar e ampliar a qualidade do atendimento no HRPI”, afirmou.

DSC00154

 

DSC00161

 

DSC00162


  Compartilhe por aí:      Comente

qui
18
set
2014

O ex-prefeito de Sousa, João Estrela (PDT), acusou o ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) de oportunismo e de buscar o poder para atender exclusivamente a interesses pessoais. A declaração foi dada na noite desta quarta-feira (17), antes do comício realizado no município pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), candidato à reeleição pela coligação ‘A Força do Trabalho’.

“Cássio não tem discurso. Ele ajudou a eleger Ricardo, fez parte do governo e depois rompeu, sem justificativa nenhuma. Para mim, isso é puro oportunismo”, disparou João Estrela.

Para o ex-prefeito de Sousa, considerado uma das principais lideranças políticas do município ao lado do também ex-prefeito Fábio Tyrone (PSDB), não tem como comparar a gestão de Ricardo Coutinho com a de Cássio.

“Para fazer essa comparação, nós temos que juntar pelo menos três governos anteriores para, só assim, chegar perto do que Ricardo realizou em Sousa, na região e no Estado”, disse.

João Estrela destacou ainda que só na região de Sousa a gestão Ricardo investiu mais de R$ 220 milhões em obras e ações, como a construção e recuperação de estradas e a reforma do Hospital Materno Infantil.

Assessoria


  Compartilhe por aí:      Comente

qui
18
set
2014

urna eletrônica

No dia 5 de outubro, eleitores de todo o país deverão comparecer aos seus locais de votação, das 8h às 17h, para votar em candidatos aos cargos de deputado estadual ou distrital, deputado federal, senador, governador e presidente da República. Usando o teclado da urna, é só digitar o número do candidato escolhido. Na tela, aparecerão a foto, o número, o nome e a sigla do partido do candidato. Se as informações estiverem corretas, basta apertar a tecla verde "confirma".

Para lembrar os números dos candidatos, o eleitor pode levar à cabine de votação uma “cola” eleitoral. Se não aparecerem na tela todas as informações sobre o candidato, aperte a tecla laranja – "corrige" – e repita a operação. Para votar em branco, basta apertar as teclas "branco" e "confirma". O voto será nulo se você digitar e confirmar um número de candidato ou de partido que não exista.

Ao fim da votação para todos os cargos, a urna emitirá um sinal sonoro mais forte e prolongado e aparecerá na tela a palavra "fim". Vale lembrar que uma das novidades das eleições deste ano é que municípios com mais de 200 mil eleitores poderão receber voto em trânsito de cidadãos que estarão fora de seus domicílios eleitorais no primeiro e segundo turnos das eleições e fazem questão de votar. Nesse caso, eles poderão votar apenas para o cargo de presidente da República. No primeiro turno, 84.418 eleitores pediram autorização para voto em trânsito, a maioria do estado de São Paulo.

Saiba a ordem de votação no dia das eleições:

- deputado estadual ou distrital (para votar em um candidato, é preciso teclar cinco dígitos na urna)

- deputado federal (devem ser digitados quatro dígitos)

- senador (três dígitos)

- governador (dois dígitos)

- presidente da República (dois dígitos)

Links simulador votação urna eletrônica – TSE

Votação normal

http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2014/simulador-de-votacao/simula…

Voto em trânsito

http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2014/simulador-de-votacao/simula…

Agência Brasil


  Compartilhe por aí:      Comente

qui
18
set
2014

Durante entrevista ao programa JPB 1ª Edição, das TVs Cabo Branco e Paraíba, afiliadas da Rede Globo, na tarde desta quarta-feira, 17, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) voltou a criticar duramente a postura de intransigência e perseguição política da atual gestão estadual. E destacou seu compromisso de reconciliar o governo com a sociedade. "Chega de briga, quero criar um ambiente de diálogo, de paz", afirmou o candidato tucano.

Entrevistado ao longo de 10 minutos de entrevista pelos apresentadores Bruno Sakaue e Denise Delmiro e pelo colunista de política Laerte Cerqueira, Cássio Cunha Lima respondeu às perguntas com objetividade sobre os temas propostos falou sobre segurança pública e a nova Operação Manzuá. O senador ainda garantiu que a carga horária dos servidores públicos deverá ser discutida com o Fórum dos Servidores.

Com relação ao funcionalismo público, o candidato prometeu reduzir a quantidade de servidores comissionados e promover redução de custeio da administração, caso seja eleito. "A Lei de responsabilidade Fiscal não pode ser usada como pretexto para não prestar um serviço público de qualidade", afirmou. "Vou fazer uma profunda reforma administrativa, uma revisão completa no Estado", acrescentou.

Assessoria


  Compartilhe por aí:      Comente

qui
18
set
2014

:

Milionário Carlos Henrique Ribeiro do Valle, proprietário do grupo RVM, que possui postos de gasolina e a distribuidora Petronac, empresta seu apartamento na Vila Nova Conceição, para a candidata do PSB se hospedar de graça; Valle, a Petronac e um de seus postos, o Saema Auto Posto, já foram condenados por adulteração de combustível; furo é do site O Cafezinho; "A troco de que um sujeito com esse perfil emprestaria, de graça, um apartamento à Marina Silva?", questiona jornalista Miguel do Rosário

247 – Mais uma notícia constrangedora coloca em xeque a proposta de ‘nova política’ da candidata à Presidência pelo PSB, Marina Silva. Desta vez, sobre o passado do empresário Carlos Henrique Ribeiro do Valle, que empresta, sem custos, seu apartamento na Vila Nova Conceição, um dos bairros mais luxuosos e caros de São Paulo, para a presidenciável.

Filiado ao DEM, Ribeiro do Valle é também proprietário do grupo RVM, que possui vários postos de gasolina, e da distribuidora de combustível Petronac, além de fazendas em Minas, Mato Grosso e Pará. "A troco de que um sujeito com esse perfil emprestaria, de graça, um apartamento a Marina Silva?", questiona Miguel do Rosário, do blog O Cafezinho, que divulga o caso.

Segundo reportagem da Folha de S. Paulo publicada no dia 4, o apartamento de 107 m² fica no 11º andar de um prédio situado a poucas quadras do parque Ibirapuera. O empresário, de acordo com o jornal, firmou um contrato de comodato com a campanha de Eduardo Campos no dia 4 de julho para ceder o imóvel até 5 de outubro, primeiro turno das eleições, podendo ser prorrogado até o fim do segundo turno. Ribeiro do Valle disse à Folha que é "mais próximo do pessoal da Marina" do que de Campos e, segundo a assessoria da candidata, "doou" o imóvel porque tem um "amigo antigo" em comum com a presidenciável.

O site noticia que o milionário, a Petronac e um de seus postos, o Saema Auto Posto, foram condenados pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região por adulteração de combustível (veja aqui decisão em última instância). E que a distribuidora de combustíveis, que vive em briga constante com a Petrobras para avançar mais no mercado de distribuição de combustíveis, também foi acusada de fraudar licitação em Marília, cidade do interior paulista.

Sobre a aquisição e uso irregular, pela campanha do PSB, do jato Cessna que caiu em agosto, causando a morte de Eduardo Campos, Marina disse desconhecer os fatos e ilegalidades do caso. O partido alegou que os papéis importantes sobre o assunto estavam no avião e que apenas o ex-governador poderia explicar questionamentos sobre as finanças da campanha. E agora, o que a candidata dirá?

Brasil 247


  Compartilhe por aí:      Comente

qui
18
set
2014

“Alguém dirá que essas medidas contrariam o pacto de São José da Costa Rica. Quem assinou esse pacto? Repúblicas da banana”

Sitônio PintoOtávio Sitônio

O principal problema do Brasil, hoje e sempre, é a segurança. Dia desses, mataram um oficial de alta patente da PM do Rio de Janeiro. Assaltaram o cardeal arcebispo do Rio. Faz algum tempo, mataram um casal de oficiais da Força Aérea, que procurava seu carro roubado, no Rio. Nunca se descobriu os autores.

Ninguém tem segurança, nem as autoridades. Mas não se vê, na discurseira dos candidatos desta eleição, alguém abordar o problema da segurança. Mas há solução, desde que se queira fazer. O Pacto da Segurança Social aponta o caminho, na sua vintena de propostas. Ei-las:

Fim da propriedade, objetivo primeiro e último do crime. O tráfico, o roubo, a pistolagem, o estelionato, visam o enriquecimento, a aquisição de bens.

Fim da moeda circulante. A moeda é a propriedade abstrata. Com a moeda se pode adquirir todos os bens. A moeda eletrônica substituirá o papel-moeda, a moeda ao portador. Todas as operações serão pagas só por meio do cartão ou da transferência bancária. Assim, todas as operações financeiras ficarão registradas. Ninguém conduzirá dinheiro, o que reduzirá muito os assaltos.

O pleno emprego pode ser alcançado com a redução da carga horária e adoção do expediente corrido. O que ainda aliviaria a mobilidade urbana, administrada pelo escalonamento racional dos horários de entrada e saída de todas as atividades da sociedade.

Revisão profunda no Código Penal, com adoção da pena de morte, ampla e sumária, e da prisão perpétua. Na China, a execução de um criminoso se dá em média quatro meses após o evento do crime. Redução para zero da maioridade penal, a exemplo da Inglaterra.

Alguém dirá que essas medidas contrariam o pacto de São José da Costa Rica. Quem assinou esse pacto? As repúblicas da banana. As grandes nações não assinaram: Estados Unidos, China, Japão, Inglaterra, Rússia, Cuba, países árabes e outros.

Adoção da pena física, para não sobrecarregar as prisões.

Confisco de todos os bens dos criminosos.

Recompensa das delações com o arresto dos bens dos criminosos.

Indenização das vítimas com o dito arresto.

Ao fim da pena, exame do apenado por uma junta, a exemplo da Noruega, para se constatar se o interno tem condições de ressocialização. Se não, a reclusão continua.

Convocação de juízes e promotores aposentados para julgamento do acervo processual.

Convocação de policiais aposentados para reingresso na atividade.

Júri composto por juízes, promotores, defensores e procuradores.

Poder de polícia e treinamento policial para as Forças Armadas.

Instalação de Tiros de Guerra nos bairros e nas cidades do interior.

Reintrodução do tipo vadiagem no Código Penal.

Concessão do título de eleitor só para os economicamente ativos.

Registros perpétuos dos telefones celulares, a exemplo do CPF.

Shipamento de toda a população, o que localizará vítimas e criminosos.

Proibição das motocicletas (armas do crime), responsáveis pela ocupação de 30 % de leitos hospitalares. Nova York fez isso com sucesso.

Fim da Lei Fleury, que bota na rua bandidos presos pela polícia.

Porte de arma e poder de polícia para os cidadãos de bem.

Tolerância zero para os crimes, a exemplo de Nova York.

Ilhas para o internamento de toxicômanos até sua cura completa.

Seu parlamentar defende algumas dessas propostas?

*Jornalista, escritor, poeta, ensaísta, publicitário e membro do Instituto Histórico e Geográfico Paraibano, da Academia Paraibana de Letras e da Academia de Letras e Artes do Nordeste.


  Compartilhe por aí:      Comente

Página 1 de 7921234-102030-Última