1. Francisco Florencio
    01/05/2013

    A história demonstra que as grandes conquistas sociais vem da mobilização coletiva orientada por lideranças sintonizadas com o momento histórico e tradutoras fiéis da vontade da maioria. Ou os princesenses saem da passividade para obter as vantagens da modernidade ou estarão condenados a uma evolução lenta, sempre no aguardo das promessas de governantes de plantão ou da ação de empreendedores movidos muito mais pelo lucro que pela evolução geral da sociedade.
    As mobilizações que assistimos recentemente ( professores, água) são promessas de um despertar da cidadania princesense. Promessa também é o trabalho da imprensa local (blogs, radio, jornal), a exemplo desta excelente reportagem do jornalista Zé Duarte, que repercutem e multiplicam o impacto das ações coletivas. É um começo.

  1. BEATO SALÚ
    01/05/2013

    TAVA NA HORA DE SER FEITA ALGUMA COISA. TODO DIA SAINDO 120 CARROS PIPA É UM VERDADEIRO SANGRADOURO DO JATOBÁ, COISA DE 1 MILHÃO DE LITROS POR DIA. E A MAIOR PARTE TÁ INDO PRA PERNAMBUCO PARA SERVIR EM CONSTRUÇOES POR LÁ. É A ADUTORA JATOBÁ. DE PRINCESA PARA PERNAMBUCO. ENQUANTO ISSO A ADUTORA DO PAJEÚ É SÓ PROMESSA. CADÊ NOSSAS AUTORIDADES?

  1. Carmelo Mandu
    01/05/2013

    Caro José Duarte!

    Como foi dito e explicado na Audiência Pública realizada ontem (29)na Câmara Municipal de Princesa Isabel,o instrumento legal de “inclusão no Orçamento Democrático com as prioridades municipais” somente se dará através do preenchimento da Ficha de Prioridades na Audiência Regional Do Orçamento Democrático, que será realizada no próximo dia 05 de maio,no Ginásio Poliesportivo Ministro alcides Carneiro, às 16h00. Portanto é imprescindível que a população preencha a Ficha de Prioridades e aponte Qual a obra, ação ou serviço que gostaria de ver implantado na sua região ou município.

    Atenciosamente, Carmelo Mandú- gerente Regional do OD da 11ª Região

  1. IRISMAR MANGUEIRA
    01/05/2013

    Foi um momento importante porque a partir desta, vamos passar para as autoridades estaduais a nossa real situação e clamar por providências, a fim de que a população não venha a passar necessidades. Serão discutidos com nossos Deputados, Projetos Estruturantes, como Projeto Adutora do Pajeú, Barramento de Açudes, Operação Carros-Pipas, Sistema de Distribuição de Água e a condição da água e armazenamento de maneira geral. Todas as discussões serão tentativas de minorar os efeitos da seca. E, acima de tudo, das nossas necessidades locais, contamos com as chuvas, temos a grande esperança, então naturalmente as águas serão repostas, mas neste momento precisamos garantir que a água possa chegar a nossas casas, e nós não aceitaremos desculpas, pois na antiga Grécia desde o século VI a.C. Já havia tecnologia para captação e distribuição de água a longas distâncias. Um túnel construído em Samos, que aplicava o princípio dos vasos comunicantes e pressurização dos encanamentos para condução da água; foi considerado por Heródoto como ‘maior’ obra de engenharia da Grécia, até então. Importantes sistemas hidráulicos pressurizados foram construídos e descobertos em Pérgamo e em Emuros (180 a 160 a.C.).



Desenvolvido por HotFix.com.br