sex
01
maio
2020

caprinos_melhoramento genético na PB

O melhoramento genético dos rebanhos caprinos e ovinos na Paraíba, o fortalecimento da citricultura no Território da Borborema, a distribuição de mudas de coqueiro anão verde no Perímetro das Várzeas de Sousa e o fortalecimento do extrativismo do umbuzeiro são projetos que serão executados pela Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), que receberão recursos do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza no Estado da Paraíba (Funcep-PB).

Segundo o presidente da Empaer, Nivaldo Magalhães, são recursos da ordem de R$ 847.314,07 a serem aplicados nos quatro projetos considerados fundamentais para o avanços das pesquisas e do desenvolvimento nesses setores produtivos de base familiar, criando mais oportunidades de empregos e renda no campo. Nivaldo também ressaltou que a participação do corpo de pesquisadores, ação coordenada pelo diretor de pesquisa Manuel Duré, está permitindo que as tecnologias estejam disponíveis aos produtores rurais.

Projetos e programas – O gerente Wandrick Hauss de Sousa, da Gerência Executiva de Apoio à Pesquisa e Desenvolvimento, informou que o programa de fortalecimento da caprinocultura de produtores de base familiar é uma ação que visa a transferência de embriões e melhoramento genético, fazendo com isso que a criação de caprinos e ovinos no estado tenha um novo impulso, beneficiando 1200 pequenos criadores.

A expansão da citricultura no Polo da Borborema, especialmente nos municípios de Matinhas e Alagoa Nova, maiores produtores da região, é outro projeto a ser executado. Haverá apoio para a implantação de um modelo agrícola sustentável com unidades rurais de agricultores familiares, com repasse de mudas de qualidade, capacitação e uso de tecnologias inovadoras, assegurando a qualidade de vida das famílias beneficiadas. A proposta é adquirir 12 mil mudas certificadas e a implantação de 36 hectares, contemplando nove municípios.

Para a recuperação do coqueiro anão verde, principal cultura das várzeas de Sousa, serão destinadas 8 mil mudas, visando contribuir para a elevação da renda, a geração de empregos, a erradicação da pobreza e, consequentemente, a melhoria da qualidade de vida de cocoicultores do Projeto Irrigado Várzeas de Sousa.

Ainda segundo Wandrik, o diagnóstico tecnológico, socioeconômico e ambiental do extrativismo do umbuzeiro na Paraíba pretende recuperar uma cultura importante na geração de oportunidades de trabalho e de renda. A meta é desenvolver projetos técnicos/sociais e ambientalmente sustentáveis voltados para a produção e preservação do umbuzeiro no seu habitat natural, com a adoção e políticas públicas visando a definição da cadeia produtiva.

Umbuzeiro 28-04.jpg

Secom-PB


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br