dom
31
maio
2020

FCJA

Depois de uma estreia de sucesso, com elogios de participantes e interação de internautas, o ciclo virtual de debates "História Cultural da Paraíba – Diálogos Presentes", realizado pela Fundação Casa de José Américo, chega à segunda semana, com mais dois painéis.

Nesta terça-feira (2), às 9h30, com mediação da professora Lúcia Guerra, os professores do Departamento de História, da Universidade Federal da Paraíba, Ângelo Pessoa e Damião de Lima debatem o tema "Dimensões materiais e culturais do processo histórico paraibano".

Na quinta-feira (4), o tema será "Estrutura política paraibana na Era Vargas", com Monique Cittadino e Jivago Correia.

Os painéis, que seguem até 16 de julho, acontecem via Youtube, no canal da Fundação Casa de José Américo (FCJA Oficial), todas as terças e quintas-feiras, sempre às 9h30.

Primeira semana – A primeira semana do ciclo virtual foi prestigiada pelos internautas. O evento estreou dia 26 de maio, homenageando Sivuca, no dia em que ele completaria 90 anos. O painel foi discutido pelo regente Carlos Anísio e o músico Adeildo Vieira, com mediação do professor Carmélio Reynaldo.

Ao avaliar o evento, Adeildo Vieira destacou “a postura humana da  Fundação Casa de José Américo, neste momento”. Reassaltou  ainda que, “com essa iniciativa, a Fundação reconhece a grandeza humana no seu mais profundo conceito”.

Adeildo acrescentou que “a valorização das lutas populares, da cultura do coração do povo e o compromisso com o avanço da dignidade humana são a tônica das ações agora traçadas. É o que se vê claramente, neste ciclo de palestras virtuais”.

Com relação ao painel "História da Paraíba: lugares de memória e de cultura", com as professoras Lúcia Guerra e Irene Fernandes, mediado pelo jornalista e professor Carmélio Reynaldo, Adeildo observou: “As falas das professoras Lúcia e Irene são libertadoras, imprescindíveis para o avanço da nossa cidadania. No momento, são mesmo urgentes”.

O músico Carlos Anísio disse que foi gratificante participar do Ciclo de Debates Virtuais, principalmente, segundo ele, por “abrir o evento, com tema extremamente instigante: Aspectos da trajetória do mestre Sivuca”.

Anísio também parabenizou a Fundação Casa de José Américo, pela  iniciativa de promover o evento.  “Na verdade, mantém os caminhos abertos para o diálogo e para o enriquecimento da cultura paraibana, num período tão desafiador para todos nós”, detalha.

A professora Irene Fernandes elogiou a temática central do ciclo virtual: "História Cultural da Paraíba – Diálogos presentes". Segundo ela, significa trazer para a sociedade a oportunidade de refletir o seu fazer, ser e pensar envolvendo a dimensão cultural.

Com relação ao tema do segundo encontro, que ela participou "História da Paraíba – Lugares de Memória e de Cultura", a professora destacou que “dá bem o sentido do seu entendimento sobre memória e identidade cultural como esteios fundamentais para sua ação, pelo sentido de globalidade e de atenção ao presente”.

Ao parabenizar a FCJA pela iniciativa, ressaltou “a busca de aprofundar a compreensão da dinâmica da memória, de discutir cultura, identidade e patrimônio cultural, associados ao sentido de cidadania, permitiu, através de um olhar abrangente, oferecer um pensar sobre questões relevantes na atualidade, relacionadas a um agir articulado com o corpo social”.

Secom-PB


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br