ter
14
set
2021

Na nota divulgada, Prefeitura afirma que o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) e a Polícia Federal (PF) receberam a mesma denúncia e nada encontraram que pudesse incriminar os agentes públicos do município.

sede_Prefeitura de Princesa Isabel

Por Ascom/PMPI – A Prefeitura Municipal de Princesa Isabel, vem a público esclarecer que é inverídica e infundada a denúncia do ex-vereador e ex-servidor condenado pela justiça Erivonaldo Benedito Freire de que houve sobrepreço na aquisição de testes para diagnóstico da Covid-19 e máscaras cirúrgicas. O Tribunal de Contas da Paraíba, que também recebeu a denúncia, chegou à constatação de que não houve sobrepreço e que a denúncia deveria ser improcedente; o documento está anexado à presente nota. A Polícia Federal também não constatou nada que pudesse incriminar os agentes públicos da cidade.

Temos a confiança que em muito em breve tudo será esclarecido e mais essa denúncia será arquivada, como todas as outras o foram. E que a decisão judicial que por cautela, tornou indisponíveis bens do prefeito e da secretária de saúde será devidamente revertida. Também comunicamos à justiça que os agentes públicos citados abrem mão dos sigilos fiscais, telefônicos e bancários, haja vista que, diferentemente dos que os denunciam, não possuem passado nefasto e tem todas as contas aprovadas e nenhuma condenação judicial.

Por fim, reforçamos que estamos à disposição do Ministério Público e quem quer que seja para provar a legalidade das aquisições e que todas as medidas judiciais cabíveis serão adotadas contra o denunciante.


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br