sáb
02
out
2021

João Azevêdo_ Festival Paraibano de Brinquedos Populares

O governador João Azevêdo, acompanhado da primeira-dama Ana Maria Lins, participou, ontem (1°), no Manaíra Shopping, em João Pessoa, da abertura do Festival Paraibano de Brinquedos Populares, uma iniciativa do Programa do Artesanato Paraibano (PAP) e da Secretaria de Estado de Turismo e Desenvolvimento Econômico (Setde) que tem o objetivo preservar o folclore paraibano ligado ao universo lúdico infantil popular por meio de brincadeiras, oficinas e contação de histórias, colocando a criança em contato com o artesão.

Além da exposição e comercialização dos brinquedos, o evento que também será realizado no Mangabeira Shopping até 17 de outubro, das 10h às 22h, em homenagem ao mês da criança, conta com a parceria do Sebrae-PB e terá ainda a realização de oficinas e contação de histórias. O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, e a primeira-dama da Capital, Lauremilia Lucena, também estiveram presentes.

Na oportunidade, o chefe do Executivo estadual ressaltou o compromisso do estado de garantir o acesso dos artesãos a espaços de comercialização e exposição de obras, permitindo a geração de emprego e renda, além da valorização cultural. “Além de ser um segmento econômico importante, o artesanato representa a nossa cultura e permitir que as crianças tenham acesso aos brinquedos feitos a mão é uma maneira de resgatar nossas raízes e incentivar as pessoas que trabalham com essa produção. Por isso, temos apoiado a participação dos nossos artesãos em feiras e eventos”, frisou.

A primeira-dama e presidente de honra do PAP, Ana Maria Lins, comemorou a abertura de mais um evento promovido pelo Governo do Estado para fomentar o artesanato paraibano.  “Nós agradecemos pelo espaço cedido para os eventos no Manaíra e Mangabeira Shopping e essa é uma oportunidade para os nossos artesãos comercializarem seus produtos e receberem encomendas, gerando emprego e renda e preservando a cultura da Paraíba”, pontuou.

O prefeito Cícero Lucena evidenciou a parceria que está sendo construída com a gestão estadual para fortalecer o artesanato e apresentá-lo ao Brasil e ao mundo. “Nós queremos profissionalizar ainda mais esse segmento, dando oportunidades com cursos e treinamentos porque dessa forma nós estaremos empregando as pessoas e distribuindo renda”, falou.

A gestora do PAP, Marielza Rodriguez, afirmou que o festival visa sensibilizar os pais e crianças sobre a valorização da cultura desde a infância. “Nós somos reconhecidos nacionalmente pelo ecletismo e pela qualidade do brinquedo popular produzido no nosso estado e sabemos que a modernidade tem tirado a criança do universo lúdico e ligado à cultura. Por isso, agradecemos à sensibilidade do Sebrae, dos shoppings e da Prefeitura de João Pessoa, beneficiando os artesãos no pós-pandemia e todos eles vão vender bastante”, comentou.

O diretor técnico do Sebrae-PB, Luiz Alberto Amorim, destacou que o Festival é uma oportunidade de valorização da arte. “Essa é uma oportunidade de evidenciar os brinquedos tradicionais e a memória afetiva de gerações passadas e atuais, fazendo com que elas tenham a oportunidade de conhecer e usufruir desse espaço. Além disso, os artesãos que foram impactados pela pandemia terão um ambiente para expor, vender e encontrar novos mercados”, disse.

O Festival Paraibano de Brinquedos Populares também vai expor produtos dos grandes mestres do artesanato do estado, englobando principalmente as regiões da Grande João Pessoa, Campina Grande, Itabaiana e Esperança. As grandes atrações serão carrinhos de madeira e de lata, bonecas de pano, bonecos de barro e de madeira, entre outros.

“Essa é uma oportunidade de mostrar o nosso trabalho porque, além do brinquedo, está se comprando arte. Um evento como esse em um shopping é muito importante para nós, atraindo a atenção não só das crianças, mas dos pais, avós e da juventude”, relatou o artesão de Campina Grande, Haroldo William, que trabalha com brinquedos populares desde a década de 1960.

A professora universitária Regina Targino parabenizou a iniciativa de promoção do evento. “Esse é um grande marco para esse momento do novo normal. Nós temos que valorizar o ser humano e a genuinidade da criatividade, valorizando a identidade cultural do nosso povo. Já prestigiei o evento e tornei uma criança feliz comprando para o meu neto um brinquedo”, afirmou.

Outra grande novidade do evento é a comercialização e a exposição de livros infantis das escritoras Janete Lins,  Simone Bandeira e Messina Palmeira.

Secom-PB


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br