qua
17
nov
2021

pec(Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados | ABr)

Um estudo realizado pela consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira da Câmara estima que a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos Precatórios poderá deixar um saldo de R$ 580 bilhões em dívidas judiciais não pagas pela União até o final de 2036. O texto da PEC já foi aprovado pela Câmara, mas enfrenta resistências no Senado.

De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, o levantamento, produzido pelos consultores Ricardo Volpe e Sérgio Sambosuke, foi feito a partir de estimativas do volume de precatórios que poderão ser emitidos até 2036, quando termina o prazo do teto de gastos, que limita as despesas públicas federais à variação da inflação.

“Quanto ao volume de precatórios não pagos em decorrência do teto de pagamento para sentenças judiciais, estimou-se em R$ 580 bilhões o montante de precatórios acumulados e corrigidos a serem pagos ao final de 2036", destaca o levantamento.

Brasil 247


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br