qua
05
dez
2018

Mais Médicos-Arquivo Agência Brasil

Reportagem publicada no G1 nesta quarta-feira (5) mostra o estrago provocado pelo fim do Mais Médicos no Piauí; dos 199 médicos inscritos na nova etapa do programa, somente 12 se apresentaram para trabalhar; municípios que eram atendidos exclusivamente por profissionais cubanos estão sem atendimento.

247 – Reportagem publicada no G1 nesta quarta-feira (5) mostra o estrago provocado pelo fim do Mais Médicos no Piauí. Dos 199 médicos inscritos na nova etapa do programa, somente 12 se apresentaram para trabalhar.

"O presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), Gil Carlos, informou que a expectativa era positiva para que as vagas fossem preenchidas por médicos brasileiros mas até o momento, apenas 12 médicos tinham se apresentado. O prazo para se apresentar vai até o dia 14 de dezembro", conta a reportagem. “Isso nos provoca uma preocupação de descontinuidade de serviço que é muito importante, da assistência a saúde para a população”, disse Gil Carlos.

Municípios que eram atendidos exclusivamente por profissionais cubanos como Guaribas do Norte, no extremo sul do estado, e Julio Borges, estão sem médicos.

"Quando há falta do médico isso causa um transtorno aumentando a demanda sobre as especialidades, hospitais e termina provocando um grande transtorno para a população. Fazemos um apelo, a data limite é até 14 de dezembro, que os médicos que se habilitaram, se cadastraram no programa, de fato venham se apresentar nos seus postos de trabalho", pediu.

Brasil 247


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br