ter
01
jan
2019

Réveillon do Rio-Secom-RJ

Cerca de 2,8 milhões de pessoas assistiram à queima de fogos na virada do ano na orla de Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro, de acordo com a Companhia Municipal de Turismo (Riotur). A festa homenageou o estilo de vida dos cariocas e também daqueles que escolheram a capital fluminense para viver. A queima de fogos teve duração de 14 minutos, com um total de 16,9 toneladas de fogos multicoloridos disparadas de dez balsas localizadas no mar. Shows de Gilberto Gil, Ludmilla, Baby do Brasil, entre outros artistas, animaram os que se aglomeravam na praia e nas ruas próximas da orla.

O presidente da Riotur, Marcelo Alves, disse que a festa do Rio foi sinônimo de superação e desafio. Para ele, foi uma virada “inesquecível”. “A cidade teve recorde de ocupação hoteleira e também nos albergues, milhares de turistas chegaram em cruzeiros para prestigiar a queima de fogos em Copacabana. Foi um réveillon superlativo, como o Rio merece”, destacou.

O último levantamento realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH-RJ) e o Sindicato dos Hotéis do Rio de Janeiro (SindHotéis Rio), a taxa média de ocupação na cidade para a noite da virada atingiu 98%, superando o número apurado no mesmo período no ano passado. A maior demanda se concentrou nos bairros do Flamengo e Botafogo, com 100% de ocupação, seguido por Copacabana, Leme e Centro, com 98% cada, e Ipanema, Leblon, São Conrado e Barra com 97% cada.

Turistas

Do total de turistas que assistiram à festa da virada em Copacabana, 79% são brasileiros e 21% estrangeiros oriundos, principalmente, da Argentina, dos Estados Unidos e do Chile, de acordo com pesquisa da ABIH-RJ.

Agência Brasil


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br