qui
03
jan
2019

Chang'e-4

A sonda chinesa Chang’e-4 aterrissou no lado escuro da Lua nesta quinta-feira (3), tornando-se a primeira nave espacial a fazer pouso suave no lado inexplorado do satélite, jamais visível a partir da Terra.

A sonda, integrada por um pousador e um veículo explorador, aterrissou na área pré-selecionada no lado escuro da Lua às 10h26, hora de Pequim, anunciou a Administração Nacional Aeroespacial da China.

A missão lunar chinesa Chang’e-4 inclui 3 estágios: orbitar a Lua, realizar o pouso e retornar à Terra. O primeiro e segundo estágio já foram realizados com sucesso.

A Administração Nacional Aeroespacial da China divulgou há pouco imagem enviada através do satélite Queqiao, que opera na órbita do halo em torno do segundo ponto de Lagrange L2 do sistema Terra-Lua.

Na imagem postada na conta da Administração Aeroespacial chinesa no WeChat pode ser observada a superfície lunar artificialmente iluminada, sendo visível uma cratera, assim como um fragmento do rover.

Com o sucesso da alunagem, a China entra para a história como o primeiro país a fazer pousar uma sonda nesta zona lunar até então inexplorada.

Segundo a rede de televisão chinesa CCTV, o pouso, que aconteceu relativamente perto do local predeterminado, permitiu "abrir um novo capítulo" no estudo do satélite da Terra.

Brasil 247


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br