qui
21
fev
2019

Ciro diz que reforma de Bolsonaro tem propostas flagrantemente criminosas

Ciro Gomes fez duras críticas à proposta de reforma da Previdência apresentada pelo presidente Jair Bolsonaro; "Reduzir benefícios de um senhor de 70 anos, de uma senhora de 65 anos que está doente de um salário mínimo para 400 reais é simplesmente um crime intolerável e não vamos aceitar em nenhuma hipótese", disse; para ele, o aumento "abrupto" da idade mínima para a aposentadoria desconsidera o Brasil real; "É razoável que alguém que trabalhe no ar-condicionado, de gravata tenha a idade mínima igual à de um trabalhador rural, que saiu 5h30 da manhã com enxada nas costas?".

247 – O ex-ministro Ciro Gomes, candidato do PDT a presidente nas eleições do ano passado, disse nesta quinta-feira, 21, que a proposta de reforma da Previdência apresentada pelo presidente Jair Bolsonaro, que na prática retira a aposentadoria de milhões de trabalhadores brasileiros, tem dispositivos "flagrantemente criminosos".

"Reduzir benefícios de um senhor de 70 anos, de uma senhora de 65 anos que está doente de um salário mínimo para 400 reais é simplesmente um crime intolerável e não vamos aceitar em nenhuma hipótese", disse Ciro.

Para Ciro, o aumento "abrupto" da idade mínima para a aposentadoria desconsidera o Brasil real. "É razoável que alguém que trabalhe no ar-condicionado, de gravata tenha a idade mínima igual à de um trabalhador rural, que saiu 5h30 da manhã com enxada nas costas, e que não tem expectativa de vida de mais que 66 anos?", questiona o pedetista.

A reforma da Previdência iguala as idades mínimas de aposentadoria rural para homens e mulheres, aos 60 anos, e a contribuição mínima passa a ser de 20 anos. Atualmente, trabalhadoras rurais podem se aposentar aos 55 e o tempo de contribuição é de 15 anos.

Já no caso do Benefício de Prestação Continuada (BPC), voltado para idosos e pessoas com deficiência, a PEC estabelece que ele só continuará sendo de 1 salário mínimo para deficientes e para idosos em condição de miserabilidade a partir dos 65 anos. Para os demais, a renda mensal evoluirá ao longo das idades: a partir dos 60 anos, o benefício será de 400 reais, subindo a 1 salário mínimo aos 70 anos.

Brasil 247


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br