dom
10
mar
2019

aécio-Foto da Agência Brasil

O deputado Aécio Neves (PSDB-MG), que liderou o golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff, deve ser expulso do PSDB, assim que o atual governador de São Paulo, João Doria, assumir as rédeas do partido e indicar o tucano Bruno Araújo, de Pernambuco, para a presidência do partido, que deve também mudar de nome. As informações foram antecipadas pelo colunista Lauro Jardim.

247 – O PSDB será repaginado, assim que o atual governador de São Paulo, João Doria, assumir de vez as rédeas do partido, indicando o pernambucano Bruno Araújo para a presidência. A primeira providência deverá ser a expulsão do deputado Aécio Neves (PSDB-MG), que liderou o golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff e depois apareceu envolvido nos mais variados escândalos – o mais importante, relacionado a propinas de R$ 2 milhões pagas pela JBS e aos áudios em que ele falava em "matar o primo". O PSDB também cogita mudar de nome, uma vez que a marca teria sido muito danificada por Aécio. As informações foram antecipadas pelo colunista Lauro Jardim.

Brasil 247


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br