ter
19
mar
2019

beto richa-Agência Brasil

Ex-governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), voltou a ser preso no início da manhã desta terça-feira (19) pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná no âmbito da Operação Quadro Negro; esta é terceira prisão de Richa pela prática do crime de corrupção; também foram presos o empresário Jorge Atherino (suposto laranja da família do ex-governador) e o ex-secretário Ezequias Moreira.

Do blog do Esmael MoraisO ex-governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), foi preso na manhã desta terça-feira (19) pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) no âmbito da Operação Quadro Negro.

Segundo o Ministério Público do Paraná, mais de R$ 20 milhões foram desviados de verbas para reformas e construção de escolas públicas estaduais. A Operação aponta que a Construtora Valor recebia recursos sem ter feito as obras equivalentes, cujos numerários eram usados para festas e campanha do ex-governador tucano.

É a terceira vez que Richa foi preso por corrupção e propina na Operação Lava Jato (Operações Anel da Integração, acerca dos pedágios, e Rádio Patrulha).

Além da prisão de Beto Richa, também o empresário Jorge Atherino (suposto laranja da família do ex-governador) e do ex-secretário Ezequias Moreira. Eles ficarão presos preventivamente, isto é, sem prazo determinado.

O Blog do Esmael registrou em primeira mão, no início de junho de 2015, o escândalo e a consequente queda da cúpula da Educação do Paraná na época.

Brasil 247


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br