sáb
06
jul
2019

RICARDO COUTINHO-1

O ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho, atual presidente da Fundação João Mangabeira (FJM), vinculada ao PSB Nacional, demonstrou preocupação com o aumento do desmatamento da Amazônia. Ele citou dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) que revelam aumento de 60% na devastação da floresta com relação ao mesmo período do ano passado.

“Quando falo de soberania nacional, falo também de preservar nossa riqueza ambiental. Nesta semana, foi divulgada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) a informação de que o desmatamento na Amazônia Legal brasileira atingiu 762,3 km² em junho, um aumento de 60% em comparação com o mesmo mês no ano passado. Para se ter uma ideia, o número corresponde a duas vezes a área da cidade de Belo Horizonte”, afirmou.

Ricardo lembrou que a preservação ambiental é importante por diversos fatores, dentre eles, acordos comerciais firmados recentemente pelo Brasil com a União Europeia – uma vez que os países do bloco financiam ações de combate ao desmatamento e condenam a leniência do governo brasileiro em resolver o problema.

“Não podemos, enquanto país, aceitar a destruição da floresta amazônica por diversas razões e a principal delas é, claro, a ambiental. Além disso, o próprio ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou que o desmatamento pode prejudicar o acordo comercial firmado recentemente entre o Mercosul e a União Europeia. É preciso pensar um modelo de desenvolvimento sustentável que não acabe com nossa maior riqueza em detrimento do benefício de alguns poucos”, concluiu.

Paraíba Já


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br