sex
08
nov
2019

Foto-Câmara dos Deputados

Deputados e senadores lavajatistas estão se preparando para lutar no Congresso Nacional contra a decisão do Supremo Tribunal Federal de vetar a prisão após a segunda instância. Esses parlamentares querem acelerar a tramitação de Propostas de Emenda à Constituição sobre o tema na Câmara e no Senado.

247 – A decisão do Supremo Tribunal Federal nessa quinta-feira (7) de vetar a prisão após a segunda instância é alvo de reação por parte de parlamentares lavajatistas, que querem acelerar a tramitação de Propostas de Emenda à Constituição sobre o tema na Câmara e no Senado.

Tudo indica que ocorrerá uma dura luta política em torno do tema porque o presidente da Câmara Rodrigo Maia já adiantou que o Congresso não deve enfrentar o Supremo, informa a Folha de S.Paulo

“A gente tem que tomar certo cuidado porque tivemos a oportunidade de ter tratado disso em março. [Apreciar as propostas] logo depois que o Supremo decidir que ia revisitar o tema, pode parecer que a gente está querendo enfrentar o Supremo e não é o caso”, afirmou Maia. 

A reportagem destaca que o grupo de deputados e senadores lavajatistas não tem votos suficientes em nenhuma das duas Casas. Para aprovar uma emenda constitucional, são necessários 308 votos de deputados e 49 de senadores, em votação em dois turnos.

Brasil 247


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br