ter
19
nov
2019

Foto-Divulgação

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (19) uma operação contra juízes e desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). Segundo a corporação, quatro desembargadores e dois juízes foram afastados dos cargos. Um dos desembargadores é o presidente do TJ-BA, Gesivaldo Britto.

As investigações apontaram que a operação tem como objetivo combater um suposto esquema de venda de decisões judiciais. Também são apurados os crimes de corrupção ativa e passiva, organização criminosa, lavagem de ativos, evasão de divisas e tráfico de influência.

Conforme o Ministério Público Federal (MPF), além dos desembargadores e juízes, advogados e produtores rurais integram a organização criminosa e, juntos, atuavam na venda de decisões para legitimar terras no Oeste da Bahia.

A suspeita é de que a área objeto de grilagem supere 360 mil hectares e que o grupo envolvido na dinâmica ilícita movimentou quantias bilionárias. Foi determinado o bloqueio de bens de alguns dos envolvidos, no total de R$ 581 milhões.

Brasil 247


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br