“Os homens sábios usam as palavras para os seus próprios cálculos, e raciocinam com elas, mas elas são o dinheiro dos tolos”.

Thomas Hobbes (1588-1679), filósofo inglês, autor de Leviatã

qui
01
jan
2015

Os carros têm dez metros quadrados, não é justo que levem apenas um passageiro por dez metros quadrados

Otávio Sitônio

Estão atolados, não vão pra frente nem pra trás. Atolaram as quatro rodas na lama do asfalto. Alguns, mais nervosos, emitem o relincho das buzinas. Na antiga e mística União Soviética, os carros não tinham buzina. Saiam da fábrica mudos e não havia buzinas em todas as Rússias. O país dos trabalhadores era o mais silencioso do mundo.

Um pânico paralisante toma conta das alimárias de ferro. Os carros estão parados, como os bois no curral do matadouro. Não se sabe de onde vieram, nem para onde vão. São mansos enquanto assim parados, com seus motores potentes, que não podem levá-los a lugar nenhum. Estão sucateados, os carros na cidade grande. É inútil cantar-lhes um aboio: eles não dormirão.

Os carros bravos estão presos no rio de asfalto, atolados na lama até a alma. E se houver alguém passando mal entre seus passageiros? Quando chegar no necrotério já estará podre, mesmo vivo já está fedendo. São inúteis tantos agapês, eles não saem do lugar. Em Moscou era proibido estacioná-los, para não entupir as ruas do povo. Moscou tinha o melhor metrô do mundo, melhor que o de Londres, e de graça. Os trabalhadores iam e vinham, os estudantes vinham e iam sem pagar nada, em segurança, depressa.

O pior é que os carros se reproduzem independentes de seus proprietários. Eles nascem aos milhões. Suas fêmeas são férteis, como éguas e vacas. Inundam as cidades com seus cascos de demônio, seus relinchos de demônio, sua fumaça do inferno. É dantesco. Um vereador quer os carros castrados, como forma de reduzir sua população. Uma boa ideia, finalmente o edil teve uma ideia.

Não é justo proibir os de placa par ir às ruas no mesmo dia dos de placa ímpar. Os ricos têm muitos carros, de placas ímpares e pares. Os ricos poderão trafegar, os pobres ficarão encurralados nas garagens dos apartamentos, nos cortiços, nas favelas, nas invasões, sem poder exercer seu direito constitucional de ir e vir, de expressar sua buzina nervosa.

Outro edil quer proibir os carros de circularem conduzindo apenas o motorista. Em Xanadu é proibido carro ir à rua conduzindo apenas o chofer. Há quem trapaceie levando um manequim de carona, mas o carro é apreendido, o brevê cassado.

Os carros têm dez metros quadrados, não é justo que levem apenas um passageiro por dez metros quadrados; os ônibus têm quarenta, os ônibus transportam mais de cinquenta viventes, mais de um passageiro por cada metro quadrado. Em Londres são mais, os ônibus são assobradados.

E outro edil quer um rodízio de cores. Há dias para carros azuis, outros dias para carros vermelhos, mais outro para carros pretos; dias para brancos, para verdes, para etc. Um largo espectro de proibições. De novo os ricos sairão ganhando, pois há quem tenha um arco-íris de carros. Os pobres só têm um, e com a pintura queimada. E há pobre que não têm carro de nenhuma cor, só poderá sair às ruas a pé, até o ponto de ônibus – se tiver o dinheiro do tíquete.

O edil do Partido dos Pobres quer uma faixa no asfalto só para os trabalhadores sem carros, para os desempregados sem carros, para os a pé, pois as calçadas já não são bastante pra eles. Os desempregados sem carros não tem para onde ir nem de onde vir, são os sem ir, os sem vir.

E tem o morador de rua que é morador de carro. Estaciona seu velho carro junto ao meio-fio. É lá que ele dorme, que esmola, que recebe seus amigos no banco do carona. Não paga imposto predial, não renova o emplacamento, seu carro não roda mais. Está com os pneus murchos como sua barriga. Ele é imune aos engarrafamentos, não atola no calçamento. À noite, come a sopa da caridade, atolado na vida.

*Jornalista, escritor, poeta, ensaísta, publicitário e membro do Instituto Histórico e Geográfico Paraibano, da Academia Paraibana de Letras e da Academia de Letras e Artes do Nordeste.


  Compartilhe por aí: Comente

qui
01
jan
2015

O cerimonial do Palácio do Planalto faz os ajustes finais da cerimônia de posse da presidenta Dilma Rousseff, marcada para o dia 1 de Janeiro.(Elza Fiúza/Agência Brasil)
Rolls-Royce que será usado para o desfile da presidenta reeleita Dilma Rousseff, durante a cerimônia de posse

O roteiro da posse da presidenta Dilma Rousseff começa com um desfile em carro aberto pela Esplanada dos Ministérios. Às 14h45, a presidenta reeleita vai embarcar no Rolls-Royce presidencial e seguir em carro aberto da Catedral Metropolitana de Brasília à entrada do Congresso Nacional. Em 2010, Dilma fez o percurso ao lado de sua filha, Paula Rousseff.

O vice-presidente da República reeleito, Michel Temer, também participará do cortejo, em um segundo carro aberto. Os veículos serão escoltados por motociclistas e pela cavalaria do Batalhão da Guarda Presidencial. A pista estará protegida por grades, e a população poderá saudar a presidente por todo o trajeto até a rampa do Parlamento.

Na chegada ao Congresso, prevista para as 15h, Dilma e Temer serão recebidos pelos presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), antes de subir a rampa. Na entrada do Salão Negro, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, e lideranças do Congresso se juntarão ao grupo e seguirão para o plenário da Câmara.

A sessão solene será aberta pelo presidente do Congresso, Renan Calheiros, e a presidenta e o vice prestarão o compromisso constitucional perante o Congresso e assinarão o Termo de Posse. Em seguida, o Hino Nacional será executado e Dilma fará um discurso. A estimativa é que o rito dentro do Congresso dure cerca de uma hora.

Na saída do Parlamento, Dilma receberá honras militares com uma salva de 21 tiros de canhão e passará a tropa em revista antes de seguir para o Palácio do Planalto, novamente em carro aberto. A presidenta entrará na sede do Executivo pela rampa principal e seguirá para o parlatório, onde falará ao povo por volta de 16h30. O público poderá acompanhar o discurso da Praça dos Três Poderes.

Após o discurso, Dilma volta ao interior do palácio. No Salão Leste, a presidenta e o vice receberão cumprimentos de chefes de Estado e de Governo que virão a Brasília para a posse. No Salão Nobre, a presidenta dará posse aos 39 ministros de sua equipe, e, em seguida, no Salão Oeste do prédio, posará para fotos oficiais.

No fim das solenidades no Palácio do Planalto, Dilma e Temer descerão a rampa e irão para o Palácio Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores, para uma recepção com convidados, que está marcada para as 18h30.

Para o público que for à Esplanada e à Praça dos Três Poderes, a festa vai continuar com shows de artistas populares contratados pelo PT, partido da presidenta, que está organizando caravanas para atrair militantes para a posse.

O esquema de segurança para a posse terá 4 mil agentes das Forças Armadas, das polícias Federal, Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros e do Departamento de Trânsito do Distrito Federal. Além de controles de acesso à Esplanada, o esquema inclui observadores no alto dos prédios dos ministérios e controle do espaço aéreo.

Cerca de 30 chefes e vice-chefes de Estado e de Governo participarão da posse de Dilma, entre eles, os presidentes do Uruguai, José Mujica, da Venezuela, Nicolás Maduro, a do Chile, Michele Bachelet, e os vice-presidentes da Argentina, Amado Boudou, e dos Estados Unidos, Joe Biden.

Agência Brasil


  Compartilhe por aí: Comente

qua
31
dez
2014

FELIZ ANO NOVO


  Compartilhe por aí: 1 Comentário

qua
31
dez
2014

DSC00593

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Princesa Isabel (SINSEMUPI), Lourival Gambarra, declarou nesta quarta-feira (31) que a categoria “não tem o que comemorar neste fim de ano, com salário atrasado”.

Segundo ele, o prefeito Dominguinhos (PSDB), efetuou ontem (30) “apenas o pagamento dos salários referentes ao mês de novembro para servidores da Infraestrutura, aposentados e uma parte da Educação, praticamente com um mês de atraso.”

Na avaliação do dirigente sindicalista, “2014 entra para a história como o pior ano para o servidor público municipal, marcado por atrasos seguidos de salários, demandas judiciais, mobilizações e um mal-estar na sociedade, perplexa com a situação vexatória”.

“Salário em dia é coisa sagrada, direito inviolável, que deve ser honrado, pois trabalhamos, mas isso é algo que passa ao longe do atual gestor, que desrespeita leis, desafia autoridades, humilha o servidor e, no entanto, continua impune, quase blindado”, acrescentou.

Lourival relatou que há casos de servidores que, em meio a dificuldades geradas com o atraso salarial, “foram socorridos com a ajuda de companheiros com uma feirinha, uma ajuda coletiva até para pagar contas de serviços como água e luz.”

Para ele, é inaceitável que a Prefeitura, “que alega uma crise que não existe de fato, atrase salários de servidores e, ao mesmo tempo, patrocine uma festa de passagem de ano com três bandas e uma queima de fogos de artifícios com 10 minutos de duração.”

Lourival anunciou que, após o fim do recesso forense, no início de janeiro de 2015, “o sindicato vai pedir novamente o bloqueio de contas municipais para garantir o pagamento de salários e, ainda, vai levar a questão ao Tribunal de Justiça da Paraíba”.

“Queremos saber o que foi feito com o volume milionário recorde de recursos que entrou no mês de dezembro de 2014, num total líquido R$ 3.154.839,69”, questionou.

“2014 será um ano inesquecivelmente amargo, o pior para a categoria e para o município; ficamos sem ceia de Natal, a passagem de ano é uma virada de cabeça para baixo, não temos o que comemorar, exceto a esperança de que 2015 não será como antes”,


  Compartilhe por aí: 2 Comentários

qua
31
dez
2014

Governador conclui hoje secretariado e não deve mudar Segurança

Como tem feito nos dois últimos dias, o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), deve anunciar hoje pelo Twitter os nomes que faltam para concluir a equipe de gestão para o segundo mandato, que começa amanhã, quando será reempossado em solenidade marcada para as 16 horas no Teatro Paulo Pontes do Espaço Cultural.

Pelo que o Parlamentopb pôde apurar, o titular da Segurança Pública e Defesa Social, Cláudio Lima, deve permanecer na Pasta. A ele, o governador teria pedido que haja mais avanços na política de segurança pública que, em linhas gerais, será mantida.

Outra expectativa cerca a nomeação de um segundo nome do PT, já que Lenildo Morais foi anunciado ontem para a Secretaria de Agricultura Familiar. O outro petista a ingressar no Governo deve ser Lucélio Cartaxo, cotado para a direção da Companhia Docas.

ParlamentoPB


  Compartilhe por aí: Comente

qua
31
dez
2014

CLAYTON DE SOUZA: SP - SEMINÁRIO/MARTA/KASSAB - POLÍTICA - A senadora Marta Suplicy (PT-SP) durante o seminário

Ex-ministra da Cultura, Marta Suplicy disparou contra seu sucessor, Juca Ferreira, afirmando que a população brasileira "não faz ideia dos desmandos" promovidos por ele na área; Marta também atacou o ex-ministro Alexandre Padilha, que foi o primeiro a anunciar a troca; "Nada mais sintomático do que Alexandre Padilha, aquele que foi rejeitado pelo povo paulista, nas últimas eleições, para anunciar Juca Ferreira no Ministério da Cultura"; com as declarações, Marta praticamente dinamita as pontes no PT; o mais provável é que ela embarque no PMDB disposta a concorrer à prefeitura de São Paulo, em 2016

30 de Dezembro de 2014 às 21:45

SP 247 – A ex-prefeita de São Paulo, ex-ministra da Cultura e senadora Marta Suplicy (PT-SP) pode ter encerrado, nesta noite, seu ciclo de mais de três décadas no Partido dos Trabalhadores.

Revoltada com a indicação de Juca Ferreira para o Minc, ela disparou sua metralhadora contra o sucessor. "A população brasileira não faz ideia dos desmandos que este senhor promoveu à frente da cultura brasileira. O povo da cultura, que tão bem o conhece, saberá dizer o que isto representa", afirmou, nas redes sociais.

Marta também criticou o ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que foi quem anunciou a novidade. "Nada mais sintomático do que Alexandre Padilha, aquele que foi rejeitado pelo povo paulista, nas últimas eleições, para anunciar Juca Ferreira no Ministério da Cultura", afirmou.

A senadora poderia ter concorrido ao governo de São Paulo, em 2014, mas foi preterida pelo PT, assim como ocorreu em 2012, quando ela também gostaria de ter disputado a prefeitura, no lugar de Fernando Haddad.

Com as declarações desta noite, ela pode ter dinamitado de vez suas pontes no partido. Uma das possibilidades em aberto é sua filiação ao PMDB, que lhe prometeu legenda para concorrer à prefeitura de São Paulo, em 2016, enfrentando Haddad.

Uma pesquisa recente do Datafolha a apontou como a melhor prefeita da história de São Paulo.

Brasil 247


  Compartilhe por aí: Comente

qua
31
dez
2014


Cantor e compositor já foi submetido a duas cirurgias delicadas

O cantor e compositor paraibano Pinto do Acordeon se mantém com quadro clinico estável no Hospital IMIP, em Recife, recuperando – se de duas angioplastia a que foi submetido desde o último dia 6 de novembro até a presente data. Mesmo assim, segundo médicos, ele está em estágio ainda de gravidade.

De acordo com informações da familia repassadas ao Portal WSCOM, com Exclusividade, "as complicações preocupam porque ele tem problemas de insufiencia renal e efeitos da Diabetes, uma vez que está precisando se submeter a cirurgia plástica no pé direito".

Em que pese o estado clinico considerado grave, Pinto do Acordeon tem sido acompanhado por uma série de médicos reconhecidos nas diversas áreas clínicas, cardiológica, real e dermatológica.

Segundo familiares, a forte dosagem tem provocado reação de depressão em alguns momentos, embora na sequencia haja recuperação.

WSCOM Online


  Compartilhe por aí: Comente

qua
31
dez
2014

O governador Ricardo Coutinho anunciou nesta terça-feira (30) outros 18 nomes de auxiliares que comporão o Governo do Estado a partir do próximo ano. A exemplo do anúncio desta segunda-feira (29), alguns foram remanejados e outros mantidos nos cargos de órgãos da administração direta e indireta.

A recém criada Secretaria de Estado da Agricultura Familiar será comandada por Lenildo Morais, atual vice-prefeito da cidade de Patos. Na Secretaria Executiva da Agricultura Familiar continua no cargo José Gonçalves.

O novo secretário de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico é Laplace Guedes, atual chefe do Departamento de Direito Público da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), campus de Campina Grande, enquanto o consultor em mercado internacional e ex-presidente da Companhia Docas da Paraíba, Wilbur Holmes Jacome, será o secretário executivo de Desenvolvimento Econômico. Para a Secretaria Executiva do Turismo foi anunciado o empresário do setor hoteleiro e procurador do Estado Ivan Burity.

O ex-deputado estadual Fabiano Lucena assumirá a Secretaria Executiva do Meio Ambiente e a Secretaria Executiva da Mulher e da Diversidade Humana terá à frente a deputada Gilma Germano.

A presidência da Junta Comercial da Paraíba ficará sob o comando de Antonio Carlos Fernandes Regis. E o delegado de Polícia Civil no Distrito Federal, ex-prefeito e atualmente presidente da Câmara dos Vereadores de Camalaú, Aristeu Chaves, será o superintendente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Já o presidente da PBPrev será o advogado Yúri Simpson Lobato, ex-presidente da Agência Reguladora da Paraíba (ARPB). E a presidência da ARPB ficará a cargo do ex-deputado Ramalho Leite.

Foram confirmados nos cargos: Marivalvo Laureano na Secretaria de Estado da Receita e Leonilson Lins, na Executiva da Receita; Francilene Procópio na Secretaria Executiva da Ciência e Tecnologia;  jornalista Albiege Fernandes na União Superintendência de Imprensa e Editora; radialista Maria Eduarda Santos na superintendência da Rádio Tabajara; o agrônomo Roberto Vital como gestor do Projeto Cooperar; e Simone Jordão na presidência da Fundação Centro Integrado de Apoio à Pessoa com Deficiência (Funad).

Secom-PB


  Compartilhe por aí: Comente

qua
31
dez
2014

Mega-Sena 3

Esperada durante todo o ano, a Mega-Sena da Virada pode pagar, nesta quarta-feira (31 de dezembro), mais de R$ 240 milhões, segundo informações da Caixa Econômica Federal.  O sorteio será realizado às 20h (horário de Brasília), em São Paulo (SP), e terá transmissão ao vivo pelos principais canais da TV aberta.

O valor de R$ 240 milhões, que pode aumentar a depender da arrecadação do concurso, não acumula: caso nenhum dos apostadores acerte os seus números sorteados, o prêmio será rateado entre os acertadores de cinco números, e assim sucessivamente.

A aposta mais simples, com marcação de seis dezenas, custa R$ 2,50 e pode ser feita tanto nos volantes específicos da Mega da Virada quanto nos volantes comuns da Mega-Sena. O prazo para fazer a aposta participando do concurso especial é as 14h desta quarta-feira.

De acordo com a Caixa, o valor de R$240 milhões renderia ao vencedor cerca de R$ 1,5 milhão por mês, caso o dinheiro seja investido a poupança.

Na Mega-Sena, o objetivo é acertar os seis números sorteados em cada concurso realizado pela Caixa Econômica Federal. Mas quem acerta 4 (quadra) ou 5 números (quina) também ganha.

EBC


  Compartilhe por aí: Comente

ter
30
dez
2014

DSC08602

O ex-deputado estadual Aloysio Pereira passará a virada do ano com a família, em Princesa Isabel, onde chegou por volta das 14h desta terça-feira (30).

Na companhia do filho José Pereira Lima Neto e do neto Guilherme Pereira, o líder político, de 91 anos de idade, fica na cidade até a segunda-feira (5).

Para Ricardo Pereira, amigo e sucessor político do ex-parlamentar, “a volta de Dr. Aloysio enche de alegria a todos nós nas festas de fim de ano. Amigos e aliados comemoraram o retorno do grande líder princesense que nunca esqueceu sua terra natal”.

Aloysio Pereira comentou que “regressar à Princesa Isabel de meus inesquecíveis familiares e amigos é, sem dúvida, renascer, revigorar-se a cada abraço e aperto de mão”.


  Compartilhe por aí: Comente

ter
30
dez
2014

O senador diplomado José Maranhão tem sido chamado para freqüentes reuniões com o governador Ricardo Coutinho, onde outros assuntos tem tratado da composição de Governo, por isso ele particularmente se sente satisfeito com o andamento do processo de indicação da equipe de Segundo Mandato.

Foi o que disse ao Portal WSCOM, o publicitário Rui Dantas – responsável pelas avaliações e marketing do senador diplomado.

– Até a última conversa com o senador ele demonstrava inteira satisfação com o andamento das indicações e da montagem do novo Governo – acrescentou.

WSCOM Online


  Compartilhe por aí: Comente

ter
30
dez
2014

Um navio de guerra indonésio retirou hoje (30) mais de 40 corpos no Mar de Java, em meio às buscas pelo avião da AirAsia, que desapareceu no domingo (28), com 162 pessoas a bordo, disse Manahan Simorangkir, porta-voz da Marinha local.

“Com base na rádio militar, foi reportado que o navio de guerra Bung Tomo recuperou 40 corpos e que o número está aumentando”, disse Manahan Simorangkir.

As autoridades indonésias confirmaram que os destroços detectados hoje durante as operações de buscas no Mar de Java pertencem ao avião da AirAsia, que decolou no domingo da cidade indonésia de Surabaia, com destino a Singapura, onde deveria ter pousado cerca de duas horas depois.

Agência Lusa


  Compartilhe por aí: Comente

ter
30
dez
2014

Seguindo o aumento salarial dos ministros do Supremo Tribunal Federal, desembargadores e juízes da Paraíba terão acréscimo de 14,6%, a vigorar em 2015

Os desembargadores e juízes do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) serão contemplados com um reajuste de 14,6% em seus subsídios, a partir de janeiro de 2015. Atualmente, o salário bruto de um desembargador é de R$ 26.589,68. Com o reajuste, o valor passará para R$ 30.471,11. O subsídio do desembargador é de 90,25% do subsídio mensal de um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), que passará a perceber R$ 33.763,00. O impacto anual na folha de pagamento do TJPB será da ordem de R$ 1.205.713,21, apenas com os desembargadores.

Para o presidente da Associação dos Magistrados da Paraíba (AMPB), juiz Horácio Melo, o reajuste ainda não contempla as necessidades dos magistrados. “Ainda não representa aquilo que se buscava para chegar no patamar real, mas já deu um grande passo para repor as perdas salariais”, afirmou.

A Corte do Tribunal de Justiça é composta de 19 membros. Por mês, os gastos com os subsídios desses magistrados somam R$ 486.203,92, sem considerar as vantagens, auxílios e outros benefícios. Com o aumento, o gasto mensal passará para R$ 578.951,09. O reajuste também beneficia os juízes de 1º grau. Um juiz de 1ª entrância passará de R$ 21.387,60 para 26.125,17; o de 2ª entrância de R$ 22.997,41 para R$ 27.500,17 e o de 3ª entrância de R$ 24.728,40 para 28.947,55.

No primeiro grau são 234 magistrados, sendo 19 juízes de 1ª entrância; 51 juízes de 2ª entrância; 98 juízes de 3ª en- trância; 39 juízes auxiliares e 27 juízes substitutos, segundo dados disponibilizados no Sagres, do Tribunal de Contas do Estado, referentes a agosto de 2014. O reajuste só deverá ser implantado após aprovação de projeto de lei que o Poder Judiciário encaminhará para a Assembleia Legislativa.

Por tabela, também serão beneficiados com o aumento dos salários os membros do Ministério Público Estadual. De acordo com o Sagres do TCE, o MPPB conta com 20 procuradores de Justiça, 187 promotores de Justiça e 22 promotores substitutos. O subsídio de um procurador de Justiça atualmente é de R$ 26.589,68. Já o promotor de Justiça de 1ª entrância recebe R$ 21.387,60; o de segunda entrância, R$ 22.997,41 e o de 3ª entrância, R$ 24.728,40.

Jornal da Paraíba


  Compartilhe por aí: Comente