“Os homens sábios usam as palavras para os seus próprios cálculos, e raciocinam com elas, mas elas são o dinheiro dos tolos”.

Thomas Hobbes (1588-1679), filósofo inglês, autor de Leviatã

qua
25
fev
2015

A Assessoria do senador Raimundo Lira informou em nota ao blog que o senador que mais emprega assessores no gabinete não é ele, Lira, e sim Cássio Cunha Lima, que tem 51 assessores lotados no gabinete e não 26 como informado na matéria veiculada esta manhã. Leia a nota:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Sobre matéria publicada neste blog, a Assessoria de Imprensa do Senador Raimundo Lira esclarece que:

– Existem no Senado Federal gabinetes com 60, 65 e até 69 assessores e, ao contrário do que foi divulgado, o senador paraibano com maior número de servidores em seu gabinete não é Raimundo Lira, e sim, Cássio Cunha Lima (PSDB), que tem 51 servidores lotados, ao invés de 26, como publicou o blog (veja lista atualizada do dia de hoje, 24 de fevereiro de 2015, que segue anexa e pode ser encontrada no Portal da Transparência do Senado Federal, acessada através do link: http://www.senado.gov.br/transparencia/LAI/secrh/todos_pdf.pdf);

– Da composição do gabinete do ex-senador Vital do Rêgo, o senador Raimundo Lira, após tomar posse, exonerou cinco servidores e fez apenas uma nomeação, a do servidor Francisco Roosevelt Alencar de Vasconcelos Leitão;

– Raimundo Lira esclarece que, em relação à composição de seu gabinete, tinha duas opções a tomar, após ser empossado no cargo: exonerar todos os servidores e readmitir aqueles que achar necessário – o que acarretaria em custos trabalhistas elevados ao Senado; ou analisar o perfil técnico e profissional de cada servidor para, só depois, tomar decisões sobre exonerações e/ou substituições;

– Dentre estas opções, o senador preferiu a segunda, pois, na qualidade de empresário, economista e homem público, entende que é a mais sensata e menos dispendiosa ao erário público. É que, ao optar pela primeira alternativa, estaria gerando para o Senado Federal – leia-se para o contribuinte, por se tratar de dinheiro público – um elevado custo financeiro com as indenizações rescisórias;

– Raimundo Lira está analisando, nestes primeiros dias de seu mandato, o desempenho de cada servidor e seu perfil técnico e profissional, para, só depois, decidir pela composição de assessores que mais se adéqua às suas necessidades enquanto representante do povo paraibano;

– O senador considera que, em casos como a da substituição do titular do cargo (como a que ocorreu com a saída do ex-senador Vital do Rêgo e sua ascensão), em geral a maioria do gabinete é mantida. Portanto, a exoneração de todos os servidores e a readmissão da maioria só acarretaria, como foi dito, um custo financeiro elevado para o Senado, o que foi evitado com a opção de analisar caso a caso;

– A formação de Lira como empresário lhe faz priorizar a economia que a opção de escolha de seus assessores pela ‘análise de desempenho’ irá gerar para o Senado, levando-o a adotar o mesmo princípio que adota na condução de suas empresas. Ou seja: não é porque o dinheiro do Senado é público que deve ser tratado com diferença.

– No mais, esta assessoria se coloca à disposição para quaisquer esclarecimentos adicionais.

Um cordial abraço,

Gabinete do Senador Raimundo Lira

Assessoria de Imprensa

Blog do Tião Lucena


  Compartilhe por aí: Comente

qua
25
fev
2015

:

Ministério Público divulgou nesta tarde o primeiro áudio sobre a propina de R$ 1,1 milhão que teria sido paga ao senador Agripino Maia (DEM/RN); na conversa o ex-deputado João Faustino, morto em 2014, fala com o lobista George Olímpio sobre o pagamento ao parlamentar para facilitar a implantação de serviço obrigatório de inspeção veicular no Rio Grande do Norte; Agripino, que foi um dos coordenadores da campanha presidencial de Aécio Neves, no ano passado, tem sido um dos mais moralistas dos parlamentares do Congresso, a exemplo do ex-colega de partido Demóstenes Torres; confira a conversa comprometedora; reportagem de Daniel Dantas Lemos

24 de Fevereiro de 2015 às 19:07

Por Daniel Dantas Lemos

Em áudio divulgado na tarde de hoje pelo Ministério Público ao anunciar denúncia contra Delavam Melo, o ex-deputado João Faustino, morto em janeiro de 2014, aparece em diálogo com George Olímpio. Trata-se do primeiro áudio.

Os dois falam sobre o fim da inspeção veicular no início do governo Rosalba Ciarlini.  George espera que João possa abrir as portas junto ao governo a partir de Carlos Augusto Rosado, marido da então governadora.  Na conversa, falam sobre a propina de R$ 1 milhão 150 mil paga a José Agrino Maia.

A conversa é na casa de João e foi gravada por George.  Conversam sobre uma negociação entre Carlos Augusto Rosado e João.

Diz João: “Haveria uma participação do consórcio na campanha e até uma participação mensal depois da campanha”

Carlos Augusto teria respondido: “Essa participação mensal, eu dispenso"

João continua: “Ele [Carlos Augusto] diz que se lembra, sabe das negociações que Zé Agripino fez, sabe que você se comprometeu"

George: “Fora a negociação, daquele dinheiro, tem uma parte que foi dada. (…)e mais cento e cinquenta. Eu dei uma parte por último, que ele me pediu, eu dei por último.  150, um cheque, que ele pegou dinheiro daquele rapaz, que fica lá na tevê, na Tropical"

João: “Sei, sei, o sobrinho dele, Tarcísio”

George: “Tarcisinho, que vence em setembro o cheque. Mais 150, no final da campanha ele disse assim: ‘George, eu preciso de você’"

João: “Você deu R$ 200 mil, não foi?”

“Eu dei R$ 300 mil, em dinheiro.  Marcílio deu R$ 400, Ximbica deu R$ 300”

João: “Mais 150”

George: “Na última semana ele me chamou e disse: ‘George, eu preciso de você’.  Mais 150”

João: “Fora os juros”

George: “Os juros eu já vou pagando. Agora, em Brasília, ele me pediu para pagar o desse mês.  Chega eu fiquei destreinado”.Já na parte final da conversa, depois de discutirem que, no governo, apenas Miguel Josino, então Procurador Geral do Estado, era contrário a uma solução que mantivesse a inspeção, George propõe:
“Não valeria, depois dessa conversa, uma ligação do senador José Agripino para Miguel Josino, nesse sentido? ‘Miguel: defenda a lei, que é um absurdo o que está se dizendo da inconstitucionalidade’"
***
Diz João: “Eu vou falar com José Agripino”, ao que George complementa dando os argumentos em cima de uma lei sobre inspeção veicular semelhante feita pelo Distrito Federal que foi julgada constitucional pelo STF.

Brasil 247


  Compartilhe por aí: Comente

qua
25
fev
2015

O deputado estadual, Tovar Correia Lima (PSDB), confirmou que existem conversas em torno de uma possível licença do ex-presidente da Casa, Ricardo Marcelo (PEN). De acordo com Tovar, enquanto a bancada de oposição fazia reuniões para saber como o partido vai se comportar, surgiu essa notícia do possível afastamento de Marcelo.

Tovar explicou que o ex-presidente afirmou que estava pensando nessa decisão e já não compareceu a sessão de reabertura dos trabalhos da Casa nesta terça (24).

“Fizemos uma reunião de discussão sobre o bloco e sobre o PEN como vai se comportar, pois tem quatro parlamentares e dois estão na situação e dois na oposição, precismos falar com Ricardo Marcelo e com todos eles para ver o bloco nas comissões e surgiu essa notícia”, destaca.

De acordo com o tucano, o PEN deverá ficar no bloco da oposição. Caso Ricardo Marcelo se licencie quem assume a vaga é o deputado Antonio Mineral (PSDB) e Tovar afirmou que essa questão não altera o sentido, pois Mineral também deve se manter na oposição.

Paraiba.com.br


  Compartilhe por aí: Comente

qua
25
fev
2015

A Câmara dos Deputados aprovou ontem (24) projeto de lei do Senado que tipifica como crime a venda de bebidas alcóolicas a menores de 18 anos. O projeto prevê detenção de dois a quatro anos e multa de R$ 3 mil a R$ 10 mil pelo descumprimento da proibição. Como o texto já havia sido aprovado no Senado e não foi alterado na votação dos deputados, ele segue agora à sanção presidencial.

O projeto aprovado altera a o Estatuto da Criança e do Adolescente para tornar crime vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar, ainda que gratuitamente, de qualquer forma, a criança ou adolescente, bebida alcóolica ou, sem justa causa, outros produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica.

O texto estabelece como medida administrativa a interdição do estabelecimento comercial até o recolhimento da multa.

Agência Brasil


  Compartilhe por aí: Comente

ter
24
fev
2015

Moradores de Princesa Isabel realizaram, na madrugada e manhã desta terça-feira (24), uma manifestação pacífica contra o abastecimento ilegal de caminhões-pipa no açude Jatobá II, que abastece a cidade.

O reservatório atinge seu pior nível desde que foi construído há quase 50 anos, e está com apenas 6,4% (412.008 m³) de sua capacidade de armazenamento, que é de 6.487.200 m³, segundo o último monitoramente feito pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), no dia 31 de janeiro de 2015.

Durante a manifestação, moradores impediram, nas proximidades do escritório local da Cagepa, a passagem de carros-pipa clandestinos que seguiam com destino ao açude a fim de realizar o abastecimento.

O bloqueio dos manifestantes contou com o apoio da Polícia Militar, que garantiu a segurança no local.

A ação, que mobilizou no máximo cerca de 20 pessoas, começou por volta das 04h30 da madrugada e foi interrompida ao meio-dia apenas para o almoço dos participantes, devendo ser retomada no início desta tarde.

 

 

(Crédito – Fotos : Zé Potoca)


  Compartilhe por aí: 2 Comentários

ter
24
fev
2015

Apenas São José de Princesa registrou chuva (1,4 milímetro) nessa segunda-feira (23) na região, segundo informação do Escritório Regional da Emater de Princesa Isabel.

Para esta terça-feira (24), a previsão aponta chance (80%) de chuva de curta duração que pode ser acompanhada de trovoadas a qualquer hora do dia em Água, Tavares e Juru, enquanto Princesa Isabel, São José de Princesa e Manaíra têm possibilidade (30%) menor, de acordo com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC).

Na maioria dos municípios, a temperatura máxima prevista é de 32°C, e a mínima, de 21°C.

Abaixo, a previsão do Centro para a região Nordeste:

No litoral da BA: possibilidade de chuva. No centro-sul e sudoeste da BA: sol e poucas nuvens. Entre o litoral norte da BA e o litoral do RN: possibilidade de pancadas de chuva. No leste da PB, demais áreas do RN e norte do CE: sol entre nebulosidade variável. No norte da BA, oeste de PE e sul do CE: possibilidade de chuva. Nas demais áreas da região: nebulosidade variável e pancadas de chuva isoladas. Temperatura estável. Temperatura máxima: 34C no sul do RN. Temperatura mínima: 17C no sul da BA.


  Compartilhe por aí: Comente

ter
24
fev
2015

O noviço senador Raimundo Lira (PMDB) é o campeão no número de empregos no gabinete parlamentar. São 46 servidores, contra 26 do gabinete de Cássio Cunha Lima (PSDB) e apenas seis no gabinete de José Maranhão (PMDB).

Dos nomeados por Maranhão, apenas um é comissionado – o seu motorista. Os cinco restantes ele recrutou do quadro de efetivos do Senado, dando assim por enquanto um perfil mais técnico ao grupo de colaboradores.

Lira manteve praticamente todos os assessores do antecessor, Vital do Rego Filho, dentre eles o jornalista Josué Cardoso, os advogados Juracy Félix Cavalcanti Júnior, Lacerda de Vasconcelos Elias e Luciano José Nóbrega Pires, além da esposa do jornalista Carlos Magno e outros parentes de aliados que Vitalzinho tinha no interior do Estado.

Dos 46 servidores a serviço de Lira, apenas sete foram nomeados por ele mesmo: Valderio Quirino de Moura, Nicholas Johnson Mota Fernandes, Marco Antonio Mendes Cavaleiro, Leyliane da Silva Pessoa Coelho, Joelina D’Arc de Arraes Mota, Francisco Roosevelt Alencar de Vasconcelos Leitão e Felipe Melo Azevedo Raposa.

Para fugir da lei do nepotismo, Raimundo Lira demitiu do gabinete a empresária Valkiria Felinto, sua cunhada esposa do irmão Tico Lira.

Já Cássio Cunha Lima, que tem vinte assessores a menos que Lira, mantém um seleto grupo de parentes de políticos, ou mesmo políticos de poucos votos, como é o caso do presidente estadual do PMN da Paraíba, o farmacêutico Antonio Bala Barbosa da Silva, que exerce cargo técnico no Senado, na condição de efetivo, desde 1982.

Blog do Tião Lucena


  Compartilhe por aí: Comente

ter
24
fev
2015

Hervázio Bezerra é o líder do Governo na Assembleia

Está definido. O deputado estadual Hervázio Bezerra (PSB) será, novamente, o líder do Governo na Assembleia Legislativa da Paraíba. A escolha foi feita pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) que manteve a liderança do parlamentar, que foi voz quase isolada na defesa da gestão socialista na legislatura passada, quando a oposição foi maioria na Casa Epitácio Pessoa.

A informação foi obtida em primeira mão pelo ParlamentoPB, mas deve ser oficializada ainda hoje de manhã, quando a Assembleia inicia os trabalhos ordinários depois da eleição da nova Mesa Diretora, presidida por Adriano Galdino (PSB).

ParlamentoPB


  Compartilhe por aí: Comente

ter
24
fev
2015

O governador Ricardo Coutinho anunciou nessa segunda-feira (23), em seu programa semanal de rádio Fala Governador, que o pagamento do funcionalismo público estadual referente ao mês de fevereiro será realizado nesta quinta (26) e sexta-feira (27). Os servidores aposentados e pensionistas recebem no primeiro dia, enquanto os ativos têm seu salário disponível no dia seguinte.

Ele destacou que, com isso, o Governo do Estado realiza o pagamento de duas folhas dentro do mesmo mês. “O Estado prioriza o pagamento de seus funcionários. Na prática, estamos pagando duas folhas em menos de 25 dias, depois de concedermos o reajuste salarial. Não houve atraso na folha no mês passado, apenas optamos, por segurança, realizar o pagamento no primeiro dia útil de fevereiro, dentro do limite legal de cinco dias úteis”, disse o governador Ricardo Coutinho.

Secom-PB


  Compartilhe por aí: Comente