sex
11
set
2020

ricardo-coutinho-psb-ex-governador-da-paraiba

A juíza Francilucy Rejane Sousa Mota, do 2º Tribunal do Júri de João Pessoa, arquivou ação sobre o suposto envolvimento do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) na morte de Bruno Ernesto, ocorrida em 2012. O jovem era ex-diretor de Tecnologia da Prefeitura Municipal de João Pessoa.

A juíza acatou parecer do promotor Marcus Antonius da Silva Leite, do Ministério Público Estadual, que apontou “ausência de indícios de participação” de Ricardo no crime.

A investigação foi aberta após denúncia da advogada Laura Berquó e da jornalista Pâmela Bório, que apontaram suposta ‘queima de arquivo’ na morte de Bruno por supostamente ter informações do caso ‘Jampa Digital’.

A justiça, no entanto, entendeu que as provas não foram suficientes para a propositura da ação penal.

WSCOM


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br