dom
10
jan
2021

auxilio_emergencial_caixa

No Norte e Nordeste, as cinco primeiro parcelas do benefício pago pelo governo contribuíram com uma alta média de 6.5% do PIB.

247 – O fim do auxílio emergencial deve jogar milhões de brasileiros na pobreza novamente. Em setembro, com o corte do benefício pelo governo de R$ 600 a R$ 300, a pobreza aumentou no país com cerca de 11,6 milhões de brasileiros.

Somente na região Sudeste, R$ 112,6 bilhões vão deixar de entrar no bolso de 26,4 milhões de brasileiros de baixa renda.

Além disso, o crescimento econômico do país vai piorar.

Com 4 em cada 10 brasileiros em idade de trabalho recebendo o benefício, a geração de riqueza durante o pagamento das cinco primeiro parcelas levou a uma alta de, em média, 6.5% nos estados do Norte e Nordeste.

Os dados são da Folha de S.Paulo.

Brasil 247


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br