qui
03
jun
2021

seminário sobre transformação digital

O eixo “Ciência, Tecnologia & Inovação e Educação Profissional: Projetos de transformação social” norteou os debates no segundo dia do “I Seminário Transformação Digital na Educação e na Ciência e Tecnologia: práticas inovadoras e criativas”, realizado pela Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia da Paraíba (SEECT), em parceria com o Sebrae-PB.

Dentre esses projetos, os palestrantes que representaram Secretarias do Estado da Paraíba destacaram políticas públicas que estão em andamento na Paraíba, programas que serão lançados nos próximos dias, e ampliaram as perspectivas acerca do direcionamento do modelo de ensino nas escolas da rede estadual.

A empresária Luiza Helena Trajano, da rede Magazine Luiza, falou do engajamento em campanha de vacinação e destacou que considerar questões como a desigualdade social e a diversidade é inevitável nas empresas hoje. Por fim, a médica Karina Barros apresentou a Rede Brasileira de Mulheres Cientistas.

O secretário Estadual da Educação e da Ciência e Tecnologia, Cláudio Furtado, anunciou para os próximos dias a publicação do edital “Progr{ame}-se: Programa Meninas na Ciência e Tecnologia”, que será um incentivo à presença das meninas nas ciências, nas áreas de exatas e tecnologias, e deverá fomentar projetos de pesquisa, tecnologia e inovação ampliando a participação e liderança feminina. Contará com um investimento em torno de R$ 500 mil.

As meninas formarão equipes para formular jogos digitais voltados para o ensino de biologia, matemática, física e química. As equipes terão madrinhas para acompanhar e orientar os trabalhos. Os finalistas concorrerão a prêmios. “Temos professoras, pesquisadoras na Paraíba que inspiram as estudantes e na secretaria temos mulheres que tocarão o programa de forma que no projeto de vida dessas nossas estudantes esteja a dedicação a uma das áreas da ciência”, salientou Cláudio Furtado.

Ainda no âmbito da Secretaria de Educação e da Ciência e Tecnologia, o secretário executivo de Ciência e Tecnologia, Rubens Freire, fez uma homenagem póstuma ao cientista brasileiro Sérgio Mascarenhas, falecido na última segunda-feira (31). Físico, voltado para questões de saúde, desenvolveu equipamentos, criou universidades, centros de pesquisas e várias ações em atuação articulada com outras áreas do conhecimento.

“Saúdo com pesar Sérgio Mascarenhas, um dos integrantes da primeira geração de físicos de altíssima qualidade no Brasil”, mencionou Rubens Freire. Ele enfatizou ações que estão em andamento na secretaria, entre elas a construção de uma rede de alto desempenho para levar internet de qualidade às instituições de ensino e pesquisa em todo o estado; também a implantação do Parque Tecnológico Horizontes de Inovação e apoio tecnológico à atividade da agricultura familiar.

Um dos parceiros importantes da SEECT no período de pandemia para implementar o Regime Especial de Ensino, o secretário Executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde, Daniel Beltrammi, falou que ações objetivando o desenvolvimento científico na educação básica conseguem deixar os jovens em situação privilegiada para disputar o seu espaço como protagonista na ciência. Sobre o programa de retorno às aulas presenciais, formulado a partir de evidências científicas, Beltrammi alertou que, “no estado da Paraíba, 90% dos matriculados são das redes públicas municipais, estaduais e federais e movimentar essa rede de forma a garantir proteção sanitária e atividades educacionais efetivas não é tarefa fácil e requer planejamento com responsabilidade”.

A professora Laís Cristina da Silva Firmino, professora da ECIT Professor Lordão do município de Picuí, contou que a experiência do ensino remoto proporcionou aos estudantes o entendimento de que eles são os responsáveis pelo seu próprio aprendizado, o que apregoa a metodologia ativa, e que o ensino presencial é necessário para a prática laboratorial e outras habilidades, “mas o ensino emergencial que estamos enfrentando tem mostrado que há um aprendizado oculto, que não era esperado, mas que vem surpreendendo aos professores e fazendo com que estudantes vejam que podem avançar”.

Luiza Trajano – Presidente do Conselho do Magazine Luiza, a empresária iniciou sua fala parabenizando o Programa Primeira Chance, que proporciona aos estudantes e egressos da Rede Pública Estadual Técnica uma experiência profissional. Luiza Trajano apontou caminhos para a retomada da economia brasileira, com base na geração de empregos e crédito, mas que só será possível ocorrer ainda neste ano de 2021 se pelo menos 75% da população brasileira estiver vacinada.

Para ela, depois da pandemia o mundo não será mais o mesmo. “Estamos descobrindo o nosso país. Aumento do nível de consciência e que devemos assumir o Brasil que é nosso. A cultura da doação também aumentou. Nunca vi tanta gente se oferecendo para ajudar com relação à vacina.” Luiza falou do Grupo Mulheres do Brasil e do quanto as empresas deve estar atentas a ampliar a diversidade em seus quadros profissionais, não apenas na questão da inserção das mulheres, mas também dos negros.

Karina Barros – A médica Karina Barros Calife Batista, doutora em medicina preventiva, membro da Rede Brasileira de Mulheres Cientistas, trouxe dados que demonstram que as mulheres que se propõem a seguir uma carreira na ciência encontram um afunilamento brutal para alcançar os níveis mais altos como pesquisadoras e que o Brasil tem uma das maiores taxas de mortalidade materna no mundo. “As mulheres devem participar da elaboração das políticas públicas no Brasil de forma a equilibrar e trazer visões e soluções diferenciadas aos problemas sociais”, defendeu.

Nesta quinta-feira (3), último dia do evento, a partir das 14h, Maria Christina Lins do Rego Veras, escritora e filha de José Lins do Rego e Valéria Veras, arquiteta, curadora e responsável pela reconstituição do acervo biográfico do seu avô José Lins do Rego, falarão com base no eixo: “Menino de Engenho: Centenário de José Lins Do Rego”. O professor Christus Nóbrega, artista e professor do Instituto de Artes da UnB, doutor em Arte Contemporânea, falará sobre arte e haverá a apresentação do Arte na Rede, sobre práticas de programas, projetos e ações desenvolvidas na Rede Estadual. O seminário é transmitido pelo canal Secretaria de Educação do Estado da Paraíba, no YouTube.

Secom/PB


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br