sáb
01
jan
2022

livro_Seap

As políticas públicas do Governo da Paraíba destinadas à reinserção social de pessoas privadas de liberdade e as pessoas que estão concluindo suas penas estão documentadas no livro ‘Inclusão Social no Sistema Prisional Paraibano’ publicação institucional da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap). A obra com 224 páginas é uma coletânea de artigos de vários profissionais que relatam os avanços que a ressocialização alcançou nos últimos três anos.

Em 2021, as atividades educacionais e de trabalho e renda envolveram 8.440 reeducandos, homens e mulheres que se permitiram abraçar uma segunda chance no convívio social. Gente que quis ser alfabetizada,  participar do Enem PPL, inclusive conquistar vagas no Sisu, 53 reeducandos se habilitaram em cursos de nível superior

“No livro, o Governo do Estado, através da Secretaria da Administração Penitenciária, apresenta ao leitor notícias e relatos sobre boas práticas de inclusão social que acontecem nas penitenciárias e cadeias da Paraíba. São projetos inseridos nos cinco eixos da ressocialização e desenvolvidos no nosso sistema prisional nas áreas de: educação, trabalho e renda, saúde, cultura e família”, pontua o secretário da Administração Penitenciária Sérgio Fonseca.

Participam do livro com artigos, os secretários Sérgio Fonseca e João Paulo Barros, o secretário de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia, Cláudio Furtado, o consultor Manoel Ferreira, que coordena o Planejamento Estratégico da Seap e outras 25 pessoas entre gestores, assistente social, nutricionista, enfermeira, diretores das três escolas estaduais que funcionam nas unidades prisionais. 

A obra é a primeira publicação a documentar com depoimentos os resultados das políticas de reintegração social no sistema penitenciário do nosso estado. A publicação, com versão digital disponível no site da Seap através do link https://paraiba.pb.gov.br/diretas/secretaria-de-administracao-penitenciaria/arquivos/livro-seap.pdf, também marca os 93 anos da secretaria.

Ela foi criada em novembro de 1928, pelo então presidente da Paraíba João Pessoa. A coletânea de depoimentos tem projeto editorial do jornalista e policial penal Josélio Carneiro, integrante da equipe de Comunicação da Seap.

 

livro_Seap

Secom


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br