dom
16
dez
2018

paulo guedes_Agência-Brasil

"A ekipekonômica de Bolsonaro namora a ideia de cobrar anuidades aos alunos das universidades públicas", revela o jornalista Elio Gaspari. "Admitindo-se que a carta da cobrança das anuidades vá para a mesa, o que os sábios pretendem fazer quando estourar uma greve de professores e alunos?", questiona.

247 – Historicamente ligado ao setor da educação privada, o futuro ministro Paulo Guedes quer acabar com a gratuidade das universidades públicas. "A ekipekonômica de Bolsonaro namora a ideia de cobrar anuidades aos alunos das universidades públicas. A ideia é velha e tem razoável apoio na opinião pública. Para evitar desastres, os sábios do futuro governo devem tratar do caso na sua verdadeira dimensão", revela o colunista Elio Gaspari, em sua coluna.

"Admitindo-se que a carta da cobrança das anuidades vá para a mesa, o que os sábios pretendem fazer quando estourar uma greve de professores e alunos? A resposta imediata é a ameaça de que os professores não receberão os dias parados. Parece fácil, mas surge outra questão: o que eles farão quando a Justiça mandar pagar, como tem feito habitualmente? Querer cobrar anuidades é uma coisa, incendiar as universidades, outra."

Brasil 247


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br