seg
15
jul
2019

João Azevêdo e Ricardo Coutinho

O governador da Paraíba João Azevêdo (PSB) ratificou o nome do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), para o pleito de 2020 em João Pessoa. Para o gestor, o nome para a Capital “não tem melhor do que o de Ricardo”.

João avaliou os nomes para o pleito nas duas maiores cidades da Paraíba: João Pessoa e Campina Grande. Para a Capital, João destacou que Ricardo já demonstrou conhecimento, capacidade de gestão e é o principal nome pelo ser político que é e acrescentou que a decisão depende do próprio ex-gestor.

“É uma decisão pessoal, afinal de contas, ele já fez uma trajetória enorme, como vereador, como deputado estadual, prefeito duas vezes, governador duas vezes”, lembrou acrescentando que não sabe se ele vai querer.

Para o PSB o melhor candidato é Ricardo, garantiu o governador. “João Pessoa depende efetivamente da decisão de Ricardo. Se ele disse que vai ser o candidato, acho que aí tá resolvido. Isso não significa dizer que ele é imbatível, ou alguém que seja invencível… É que o nome é muito forte, pela histórica que Ricardo tem, que construiu seu nome”, disse.

Caso o socialista resolva não se candidatar, João destacou o leque de alternativas que o PSB tem citando Cida Ramos, Estela Bezerra (que já se candidataram ao pleito municipal) e Gervásio Maia.

Campina Grande

Na segunda maior cidade do estado, nenhum nome do PSB ou legenda aliada aparece como favorito para ser apontado como pré-candidato. João disse que é preciso pensar no caso e até ver alguém que não seja político, em alusão a si mesmo.

Um dos nomes com perfil mais técnico que é especulado nos bastidores é o do atual secretário de Saúde, Geraldo Medeiros. O governador desconversou afirmando que não tinha ouvido a respeito, mas elogiou o médico: “grande nome, grande profissional’.

“Temos grandes nomes no partido e nos partidos aliados. Essas coisas têm que ser decididas com muita tranquilidade e baseadas em dados, em informações, de quem efetivamente tem condições de melhor representar o grupo; baseadas em pesquisa e baseadas em dados. Não adianta impor o nome de ninguém, porque, nas várias vezes que teve a tentativa de se impor, não deu certo. Não funciona assim, na minha visão”.

Nos bastidores, entre as especulações para a disputa pela prefeitura de Campina Grande aparecem os nomes da também secretária estadual Ana Cláudia Vital do Rêgo, mulher do senador Veneziano Vital do Rego; do próprio senador; e do deputado estadual Inácio Falcão (PCdoB)… “Tem o deputado Adriano Galdino, que também é da região. Em Campina Grande, nós vamos ter que fazer uma avaliação com muita frieza do quadro pra entender que, se você não tem um candidato forte dentro do nosso partido, os números que irão ser apresentados em pesquisa é que vão determinar o que efetivamente vai acontecer”, adianta o governador João Azevêdo. “Será baseado em dados. Não adianta impor candidato, porque não funciona”.

Paraiba.com.br com Diário da PB


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br