sex
06
set
2019

Segurança_reunião_Patos

Avaliar e definir ações de enfrentamento aos crimes contra a vida e contra o patrimônio a partir de análise dos indicadores criminais no Estado foram objetivos da reunião realizada na quarta-feira (3) pelo secretário da Segurança e da Defesa Social, Jean Nunes, com gestores das Polícias Civil, Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, no sertão paraibano. Na mesma oportunidade, também foi apresentado recorte do trabalho de Planejamento Estratégico da pasta até 2028, para a 3ª Região Integrada de Segurança Pública (Reisp), que abrange as áreas de Patos, Sousa, Cajazeiras, Princesa Isabel, Itaporanga, e Catolé do Rocha.

Durante a reunião, que aconteceu no auditório do Sebrae de Patos, o secretário destacou a importância de descentralizar os encontros com os gestores e tratar da realidade e das demandas específicas de cada região. “Vamos manter a continuidade dessas reuniões, procurando descentralizar e fazer em todas as áreas. Já tínhamos uma programação no Sertão e hoje fazemos um encontro de gestores da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar do Sertão. Além disso, segue o Planejamento Estratégico da realidade local, das causas da criminalidade em todas as áreas da 3ª Reisp, para que possamos melhor diagnosticar e aplicar a medida correta, o policiamento correto, momento e horário, a fim de termos bons resultados”, explicou, destacando a presença do consultor Manoel Ferreira.

O gestor da Segurança da Paraíba também frisou a criação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Patos, criada pelo governador João Azevêdo, que vai atuar de forma integrada com outros órgãos operativos da pasta na força-tarefa contra assaltos a banco. “Faltava Patos ser contemplada com um equipamento especializado nos crimes contra o patrimônio. Então, essa delegacia vem, justamente, fazer frente a esses assaltos, principalmente se dedicar e fortalecer a Força-Tarefa de bancos e se dedicar a investigações mais aprofundadas desse tipo de crime. Vai iniciar os trabalhos, já tem equipe organizada, para que possa interagir com Campina Grande e com João Pessoa no sentido de buscar enfrentamento mais qualificado aos crimes contra instituições financeiras no Sertão”, finalizou Jean Nunes.

Secom-PB


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br