sáb
16
nov
2019

Diabetes

Estudo do Conselho Federal de Farmácia (CFF), em parceira com a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), aponta que 780 mil paraibanos podem estar com diabetes e não saber.

Na Paraíba, 220 mil pessoas foram diagnosticadas com essa doença crônica e multifatorial em que o corpo não produz ou não consegue usar o hormônio chamado insulina de forma adequada, de acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde.

Na última quinta-feira (14), Dia Mundial do Diabetes, o médico endocrinologista do Hapvida, em João Pessoa, Francilino Leite, destaca que por ser uma doença silenciosa, muitas pessoas demoram a fechar o diagnóstico.

“Quando a doença é diagnosticada, geralmente, tem em torno de 5 a 10 anos de existência no organismo do indivíduo, por isso é intitulada como ‘doença silenciosa’, mas, mais do que isso, é preciso entender que esse longo período causa uma agressão do açúcar nos vasos sanguíneos possibilitando uma complicação em órgãos alvos como os rins, coração e olhos”, explica o especialista.

Os sintomas clássicos para diagnosticar a diabetes são: muita sede, muita fome e a perda de peso. Após o diagnóstico da doença, a orientação é um controle por meio de dieta com abandono de açúcar e carboidrato. Para o médico, este último é o grande vilão.

Paraiba Online com Ascom


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br