sáb
16
nov
2019

gilmar mendes-Reprodução

Segundo levantamento do portal Vortex, apenas 1.770 perfis foram responsáveis por "bombar" a hashtag #ImpeachmentGilmarMendes, bem menos que os mais de um milhão dos trendding. Isso representa menos de 0,2% de perfis estavam envolvidos na movimentação do trendding.

247 – Alvo de uma campanha nas redes sociais coordenada por líderes do movimento Brasil Conservador e apoiadores de Jair Bolsonaro, que desde a última segunda-feira (11) ocupa os trendding topics no Twitter envolvendo mais de um milhão de tuítes, parece ter sido bem menos abrangente do que o trending mostrou.

Segundo levantamento do portal Vortex, apenas 1.770 perfis foram responsáveis por "bombar" a hashtag #ImpeachmentGilmarMendes, bem menos que os mais de um milhão dos trendding. Isso representa menos de 0,2% de perfis estavam envolvidos na movimentação do trendding.

O levantamento indica que esses 1.770 perfis tuitaram ou retuitaram mais de 100 vezes as postagens com as hashtags em menos de três horas, para fazer a tag ficar nos trending.

Brasil 247


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br