qui
21
nov
2019

Juarez Xavier

O professor Juarez Xavier, do curso de Jornalismo da Universidade Estadual Paulista (Unesp), foi apunhalado com golpes de canivete após ter sido xingado de “macaco” na tarde desta quarta-feira (20), Dia da Consciência Negra.

O professor Juarez Xavier, do curso de Jornalismo da Universidade Estadual Paulista (Unesp), foi apunhalado com golpes de canivete após ter sido xingado de “macaco” na tarde desta quarta-feira (20), Dia da Consciência Negra. O crime aconteceu em Bauru, no interior de São Paulo. O canivete perfurou o ombro e o tórax.

“Fui chamado de macaco. Reagi, fui esfaqueado!”, escreveu Xavier na sua página no Facebook.

De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, um rapaz começou a chamar o docente de macaco quando ele estava caminhanda na Avenida Nações Unidas.

O professor foi levado por pessoas que passavam pelo local a uma Unidade de Pronto Atendimento e teve os ferimentos suturados, antes de ser liberado.

Juarez Xavier_Facebook

Brasil 247


  Compartilhe por aí: Comente

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar quando


Ir para a home do site
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É PROIBIDA A REPRODUÇAO PARCIAL OU TOTAL DESTE SITE SEM PRÉVIA AUTORIZAÇAO.
Desenvolvido por HotFix.com.br